Em vez de compras de Natal, levou as filhas para uma série de roubos

Progenitora e filha mais velha, de 18 anos, foram detidas.

© Pixabay
Mundo Reino Unido

O Reino Unido foi palco esta quarta-feira de um julgamento envolvendo mãe e filha, acusadas de roubarem os mais diversos objetos em lojas.

PUB

Tudo aconteceu no passado dia 24 de outubro, dia em que a mãe, Heather Ray levou as duas filhas para o que deveria ser um dia de compras no shopping, mas culminou com a detenção de Heather e da sua filha mais velha, Zoe, de 18 anos, por roubo.

Conta o britânico Metro que os crimes foram cometidos no Kingsgate Shopping Centre e que só terminaram quando um segurança estranhou o seu comportamento numa loja da cadeia Boots.

Aquela loja, no entanto, não foi o único alvo nesse dia. Esta mãe levou as duas filhas, incluindo a mais nova (ainda menor de idade) para uma série de roubos em lojas como a Toys R Us, a Topshop, a Next, House of Fraser, a HMV, a Waterstones, a Body Shop e a Clinton’s.

Os roubos não foram de grandes dimensões mas mostraram um comportamento repetido.

O juiz acabou por condenar a mãe a seis meses de trabalho comunitário. Já a filha mais velha, que tinha sido igualmente apanhada com objetos furtados, vai ter uma segunda oportunidade: tem um ano de pena suspensa. Caso reincida no crime, não estará a desiludir apenas o Pai Natal mas o próprio sistema judicial britânico.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS