Caixas negras do avião que se despenhou na Colômbia já foram encontradas

Mais de 70 pessoas morreram na sequência do acidente.

© Reuters
Mundo Colômbia

Segundo informações divulgadas na conta da Aeronáutica Civil da Colômbia na rede social Twitter, foram já localizadas as duas caixas negras do avião que se despenhou hoje na Colômbia.

PUB

Estas foram descobertas por elementos de segurança da Aeronáutica Civil e estavam "em perfeito estado".

O site que acompanha o tráfego aéreo mundial Flight Radar 24 mostra que o avião deu duas voltas antes de cair.

Segundo o portal de notícias brasileiro G1, a carta de aproximação ao aeroporto José Maria Cordova, em Medellín, indica que essas voltas são compatíveis com o trajeto antes de pousar.

 

 

A carta indica os procedimentos a fazer para pousar por instrumentos, a operação comum quando as condições de visibilidade não são boas.

De acordo com o documento, o avião tem que descer em círculos para evitar montanhas na zona.

Entretanto, respondendo a um pedido colombiano, as autoridades britânicas anunciaram o envio de três investigadores para o local, que deverão chegar na quarta-feira.

Os investigadores irão acompanhados de representantes do grupo BAE Systems, fabricante britânico do avião que caiu.

Segundo a agência de Aeronáutica Civil da Colômbia, 81 pessoas viajavam no avião que se despenhou hoje perto do aeroporto internacional de Medellín, tendo 75 pessoas morrido.

Esta informação não está, porém, confirmada. Alguns meios de comunicação internacionais revelam que três pessoas da lista de 81 não embarcaram, o que reduz para 78 o número total de pessoas a bordo do aparelho e que, consequentemente, estabelece outro balanço de 72 mortos e seis sobreviventes

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS