Parlamento holandês proíbe uso parcial da burqa em espaços públicos

Medida aplica-se a escolas, hospitais e transportes públicos.

© Reuters
Mundo Decisão

O parlamento holandês aprovou a proibição parcial do uso da burqa em espaços públicos, incluindo em escolas, hospitais e transportes públicos, avança o Independent.

PUB

A medida inclui ainda o uso de outro tipo de revestimentos faciais como capacetes e máscaras de esqui.

A proibição da burqa - e outras peças de vestuário que tapem a cara -  não diz respeito ao seu uso na rua, mas sim apenas em "situações específicas em que é essencial as pessoas serem vistas" ou "por razões de segurança", disse o primeiro-ministro Mark Rutte aos jornalistas a propósito da tomada de posição que, garantiu, nada tem que ver com questões religiosas.

O governo acrescentou ainda que se "tentou encontrar um equilíbrio entre a liberdade das pessoas de usar a roupa que querem e a importância do reconhecimento mútuo" dos cidadãos. 

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS