Jill Stein pede recontagem dos votos no estado da Pensilvânia

O Partido Verde dos Estados Unidos pediu hoje a recontagem dos votos das eleições presidenciais no Estado da Pensilvânia, devido às dúvidas que surgiram com os votos eletrónicos.

© Getty Images
Mundo Partido Verde

Apesar de não haver provas de fraude, a candidata presidencial do Partido Verde, Jill Stein, pediu a recontagem dos votos, tal como fez a semana passada no estado de Wisconsin.

PUB

O secretário de Estado da Pensilvânia, Pedro Cortés, assegurou que não há provas de irregularidades ou de ataques cibernéticos às máquinas de votação eletrónica do Estado e considerou que um juiz não pode obrigar a recontagem a nível estatal.

Mesmo assim, o Partido Verde anunciou, em comunicado, que pediu a recontagem em todos os distritos.

Naquele Estado, o candidato republicano Donald Trump venceu a democrata Hillary Clinton por 71.000 votos de vantagem.

Além da Pensilvânia e Wisconsin, os Verdes prometeram pedir uma recontagem dos votos no Michigan antes de quarta-feira, quando termina o prazo legal.

O partido assegura que, apesar da falta de provas de fraude eleitoral ou pirataria informática, quer garantir "a integridade" do sistema eleitoral e acabar com as dúvidas sobre algumas das máquinas de voto eletrónico utilizadas.

Segundo alguns investigadores, os dados de votação naqueles três estados revelam "anomalias estatísticas", especialmente em condados onde foram utilizadas máquinas de voto eletrónicas.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS