Patrão dos 18 funcionários detidos na China "extremamente preocupado"

O magnata de jogo australiano James Packer afirmou hoje estar "extremamente preocupado" com a detenção de 18 funcionários da Crown Resorts na China, com o conselho de administração a realizar uma reunião de emergência para determinar o que fazer.

© DR
Mundo Casino

"Estou extremamente preocupado com o bem-estar dos funcionários da Crown detidos na China", declarou o multimilionário, acionista maioritário da empresa.

PUB

"A Crown vai fazer tudo o que puder para apoiar os nossos funcionários e as suas famílias neste momento difícil. A nossa prioridade número um é conseguir estabelecer contacto e garantir que estão todos bem", afirmou James Packer.

O conselho de administração da Crown Resorts reuniu-se de emergência, através de videoconferência, na noite de segunda-feira.

Segundo a televisão pública australiana ABC, os funcionários foram detidos no âmbito de uma investigação sobre os esforços envidados pelo grupo para convencerem chineses endinheirados a gastar as suas fortunas em casinos no estrangeiro.

A publicidade a jogos de azar na China continental está proibida.

O jornal Sydney Morning Herald, que cita fontes ligadas a essas atividades, estima que as detenções estão relacionadas com o desejo da Crown de recuperar 15 milhões de dólares australianos (10,4 milhões de euros) que um milionário chinês ficou a dever a um dos casinos do grupo, localizado em Melbourne.

"Eu respeito o facto de que estas detenções terem ocorrido noutro país e que, portanto, se encontram sujeitas às suas soberanas regras e processos de investigação", afirmou o magnata australiano.

Em comunicado, divulgado mais tarde, o grupo anunciou que o vice-presidente executivo do departamento VIP International, Jason O'Connor, é um dos 18 detidos na China.

A ministra dos Negócios Estrangeiros australiana, Julie Bishop, confirmou haver três australianos entre os detidos.

Os funcionários foram detidos em Xangai.

O grupo Crown -- detido em 53% por James Packer -- tem casinos em todo o mundo, incluindo em Macau, capital mundial do jogo e único local na China onde o jogo em casino é legal.

As ações da Crown 'afundaram' 13,90% no encerramento da Bolsa de Sydney, na segunda-feira, apesar de terem sofrido uma recuperação na ordem dos 2%, para 11,40 dólares australianos (7,92 euros), na abertura do mercado hoje.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS