Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Sismos mais mortais em Itália nos últimos 30 anos

Pelo menos 73 pessoas morreram num forte sismo que abalou hoje de manhã o centro de Itália.

Sismos mais mortais em Itália nos últimos 30 anos

Eis uma lista dos sismos com maior número de mortos ocorridos no país nos últimos 30 anos:

- 24 agosto 2016: Um terramoto de magnitude 6,0 ou 6,2 sacode aldeias de montanha numa área remota abrangendo as regiões de Úmbria, Marcas e Lácio. Pelo menos 73 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, soterradas ou estão desaparecidas.

- maio 2012: Dois violentos tremores de terra ocorridos com dez dias de intervalo fazem 23 mortos e 14.000 desalojados na região de Emília-Romanha, no norte do país.

- 6 abril 2009: Um sismo abala a Itália central fazendo 309 mortos, cerca de 65.000 desalojados e destruindo importantes igrejas e outros monumentos. Áquila, a capital da região montanhosa dos Abruzos, sofre as mais pesadas consequências da catástrofe.

- 31 outubro 2002: Trinta pessoas morrem e 61 ficam feridas quando a aldeia de San Giuliano di Puglia, na região centro-leste do Molise é atingida por um violento sismo. Vinte e sete crianças e a sua professora morrem esmagadas na escola da pequena aldeia medieval.

- 6 setembro 2002: Um tremor de terra mata duas pessoas em Palermo, Sicília.

- 17 julho 2001: Pelo menos três pessoas morrem num sismo em Alto Ádige, perto de Bolzano, no norte de Itália.

- 26 setembro e 3 outubro 1997: Dois terramotos sacodem Úmbria, no centro de Itália, e Marcas, no leste, no período de uma semana. Doze pessoas morrem, mais de 110 ficam feridas e 38.000 desalojadas. Os sismos causam danos em diversos edifícios históricos, entre os quais a basílica de São Francisco em Assis.

- 13 dezembro 1990: Um sismo atinge a Sicília, matando 17 pessoas e ferindo 200.

A 5 de maio do mesmo ano, quatro pessoas morrem em consequência de outro sismo na região da Basilicata.

- Os mais mortais sismos de sempre a atingir a Itália ocorreram: a 28 de dezembro de 1908, em Régio da Calábria e na vizinha Sicília, matando cerca de 95.000 pessoas; e a 13 de janeiro de 1915, na cidade de Avezzano, nos Abruzos, fazendo 30.000 mortos.

A 23 de novembro de 1980, um forte terramoto nas regiões meridionais de Campânia e Basilicata fez mais de 2.900 vítimas mortais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório