Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 20º

Edição

Japonês esfaqueia filho até à morte por este não estudar o suficiente

Quando o levou ao hospital, já era tarde demais.

Japonês esfaqueia filho até à morte por este não estudar o suficiente

Um homem japonês esfaqueou o filho, de 12 anos, até à morte por considerar que este não estudou o suficiente para a prova de ingresso a uma escola privada.

Ryota foi atingido no peito com uma faca de cozinha, na sequência de uma discussão com o progenitor, que, segundo indica a imprensa internacional, o repreendia frequentemente pelo seu desempenho escolar.

O adolescente estaria a preparar-se para concorrer a uma das melhores escolas privadas da província de Aichi. O ingresso no estabelecimento de ensino seria determinante para o seu futuro.

O jovem não terá resistido, contudo, aos ferimentos provocado pelo pai, Kengo Satake, de 48 anos. Depois da fatídica discussão, foi o próprio pai quem transportou o filho para o hospital. Este acabaria por não resistir devido à excessiva perda de sangue.

Às autoridades, Kengo Satake – que acabou detido - contou que esfaqueou o menor “por engano”. Na hora em que tudo aconteceu, a mãe de Ryota estaria a trabalhar.

Recorde-se que, no mês de junho, uma criança de sete anos foi deixada na floresta pelos pais, como forma de repreensão pelo seu mau comportamento. Só seis dias depois o menino foi encontrado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório