Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Francês esfaqueou dois britânicos num hostel de Queensland

A polícia da Austrália está a investigar as eventuais ligações jihadistas de um cidadão francês que esfaqueou dois britânicos, um dos quais mortalmente, enquanto gritava 'Allahu akbar' num hostel do estado de Queensland, noticiam hoje os 'media' locais.

Francês esfaqueou dois britânicos num hostel de Queensland

Uma mulher de 21 anos morreu e um homem de 30 ficou gravemente ferido na sequência do ataque ocorrido na noite de terça-feira num hostel na cidade de Townsville, em Queensland, no nordeste do país, de acordo com o canal televisivo ABC.

O atacante, um cidadão francês de 29 anos que residia com visto temporário na Austrália há um ano, gritou 'Deus é grande' em árabe durante o ataque e posterior detenção, assinalou o subcomissário da polícia de Queensland, Steve Gollschewski.

"Não descartamos qualquer motivação nesta fase, sejam políticas ou criminais (...). Estamos a trabalhar com outras agências para estudar se há indícios de extremismo ou radicalismo no atacante", disse em conferência de imprensa.

Segundo as autoridades, o agressor atuou sozinho e não lhe são conhecidas ligações a cidadãos locais.

A Austrália elevou o alerta de terrorismo para "alto" em setembro de 2014 e desde então tem vindo a evitar vários ataques planeados por 'jihadistas'.

As autoridades estimam em aproximadamente 200 o número de australianos que apoia ativamente o Estado Islâmico na Austrália, a somar a outros 110 envolvidos como combatentes nas fileiras do grupo extremista no Médio Oriente, dos quais quase meia centena morreu no terreno.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório