Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2020
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Calçado português assenta pés na China

Onze empresas portuguesas de calçado clássico e desportivo vão participar em Abril numa feira internacional em Xangai, na maior embaixada do género enviada à China, revelou à agência Lusa um responsável do sector.

Calçado português assenta pés na China
Notícias ao Minuto

09:34 - 25/03/13 por Lusa

Mundo Xangai

"A China é, para nós, um dos mercados com maiores potenciais de crescimento", disse o porta-voz da Apiccaps (Associação Portuguesa de Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos), Paulo Gonçalves.

"Vamos a Xangai em Abril e voltaremos em Julho, para participar noutra feira", acrescentou.

O primeiro certame, o ‘Micam Xangai 2013’, organizado pela Feira de Milão e a Associação Italiana de Fabricantes de Calçado, decorrerá de 9 a 11 de Abril, num centro de exposições situado no centro da capital económica da China.

"Será a nossa maior participação de sempre. Já exportamos para 132 países, mas, neste momento, a Europa está num período crítico e temos de conquistar novos mercados", realçou o porta-voz da Apiccaps.

Constituída por cerca de 500 empresas, aquela associação, fundada em 1975, representa 80% do sector.

"A China é, para nós, um dos mercados com maiores potenciais de crescimento", disse o porta-voz da Apiccaps (Associação Portuguesa de Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos), Paulo Gonçalves.

"Vamos a Xangai em Abril e voltaremos em Julho, para participar noutra feira", acrescentou.

O primeiro certame, o ‘Micam Xangai 2013’, organizado pela Feira de Milão e a Associação Italiana de Fabricantes de Calçado, decorrerá de 9 a 11 de Abril, num centro de exposições situado no centro da capital económica da China.

"Será a nossa maior participação de sempre. Já exportamos para 132 países, mas, neste momento, a Europa está num período crítico e temos de conquistar novos mercados", realçou o porta-voz da Apiccaps.

Constituída por cerca de 500 empresas, aquela associação, fundada em 1975, representa 80% do sector.

"Exportamos mais de 95% do que produzimos e no ano passado ultrapassámos, pela primeira vez, os 1.000 milhões de euros", indicou também Paulo Gonçalves.

As empresas portuguesas representadas na edição deste ano da ‘Micam Xangai’ são: Arcopedico, Bnop, Fly London, In the Pink/Fidji, Perlato, See2Bee, Softwalk, Sónia Patrício, Storm/Kayak, Tentoes/J.Reinaldo e Walkys.

Em Julho, idêntico número de empresas portuguesas do setor é esperado na ‘Novomania 2013’, um certame internacional de moda organizado em Xangai pelo consórcio chinês Novo Group, sob a direcção de um gestor português.

"Portugal tem imenso potencial. O nosso calçado, por exemplo, é de grande qualidade", disse Guilherme Faria, director-geral do ‘NOVOMANIA International Fashion Trade Show’.

Os dois certames ocorrem num bom momento das relações comerciais luso-chinesas.

Em 2012, as exportações portuguesas para a China aumentaram 30%, atingindo o valor recorde de 1.128 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório