Meteorologia

  • 28 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Apenas 7% das pessoas que vivem em São Paulo consideram a cidade segura

Apenas 7% dos moradores de São Paulo, a maior cidade do Brasil, se sentem seguros, revela a pesquisa "Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (Irbem)", da organização não-governamental (ONG) Rede Nossa São Paulo.

Apenas 7% das pessoas que vivem em São Paulo consideram a cidade segura
Notícias ao Minuto

18:35 - 19/01/16 por Lusa

Mundo Brasil

No inquérito anterior sobre o mesmo tema e realizado no final de 2014, o número de moradores que consideravam a cidade segura segurança era de 10%.

"Violência em geral e os roubos são os aspetos que mais preocupam os paulistanos", aponta o estudo.

Entre os outros itens pesquisados, os paulistanos manifestaram-se descontentes com os seus rendimentos.

Em 2015, a nota de importância e satisfação (que varia de 1 a 10) sobre o tema ficou em 4,8, mas em 2014 o valor era de 5,3.

A percentagem de moradores que acham que a sua qualidade de vida melhorou diminuiu de 37% para 23%.

Os que indicaram uma degradação nas suas condições de bem-estar aumentou de 13% para 36%.

Já o número de entrevistados que disseram que mudariam de cidade se pudessem foi 57%, em 2014, para 68% na pesquisa de 2015.

Para fazer o levantamento, a ONG ouviu 1.500 pessoas entre 30 de novembro e 18 de dezembro de 2015 e a margem de erro estimada é de 3 pontos para mais ou para menos.

Segundo um recenseamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado em agosto no ano passado, a cidade de São Paulo é a maior do Brasil, com 12 milhões de habitantes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório