Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

Combate ao terrorismo reúne em Lisboa decisores e instituições

O combate à radicalização e terrorismo é o tema da edição deste ano do Fórum Lisboa, iniciativa do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, que reúne a 3 e 4 de dezembro decisores políticos e responsáveis de instituições internacionais.

Combate ao terrorismo reúne em Lisboa decisores e instituições
Notícias ao Minuto

08:11 - 25/11/15 por Lusa

Mundo Dezembro

"Num contexto de atentados terroristas na Europa e da radicalização de extremismos violentos, personalidades de reconhecida relevância no panorama internacional debatem, em Lisboa, temas relacionados com esta problemática, reforçando contactos, diálogo e cooperação entre os vários atores no espaço mediterrânico e europeu", anunciou a organização.

A edição deste ano, a 21.ª, tem como tema "Como combater a radicalização e o terrorismo: mecanismos de prevenção e conhecimento partilhado no espaço mediterrânico e europeu", que surge na sequência da determinação do Comité de Ministros do Conselho da Europa em "dar um forte contributo em prol da luta contra o extremismo violento e contra a radicalização conducente ao terrorismo".

Nesse sentido, foi adotado "um plano de ação com o objetivo de reforçar o quadro legal contra o terrorismo e criar mecanismos de prevenção através de medidas concretas no setor público".

O Fórum Lisboa 2015 tem como objetivos contribuir para a execução deste plano de ação, partilhar ferramentas e conhecimentos e promover boas práticas para combater a radicalização, bem como adotar recomendações nesse sentido, além de identificar medidas concretas para promover a interdependência, a cidadania democrática e as sociedades inclusivas no espaço mediterrâneo e europeu.

A edição deste ano é presidida por André Azoulay, conselheiro do rei de Marrocos e vencedor do prémio Norte-Sul no ano passado. Entre os participantes, oriundos de 40 países, contam-se o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros de Marrocos, Mbarka Bouaida e responsáveis religiosos e de instituições como o Conselho da Europa, Liga Árabe, União para o Mediterrâneo, entre outras, além de organizações de defesa dos jovens e das mulheres da Líbia, Marrocos, Holanda, Alemanha ou Reino Unido.

O Centro Norte-Sul promove desde 1994 o Fórum Lisboa, sendo a edição deste ano organizada pelo Centro Norte-Sul em cooperação com a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento e a Fundação Anna Lindh.

Criado em 1989, o Centro Norte-Sul, com 16 Estados-membros, pretende promover o diálogo e a cooperação do Conselho da Europa com as suas regiões vizinhas, privilegiando abordagens integradas e abrangentes com a participação ativa das instituições e da sociedade civil, em particular dos países da margem sul do Mediterrâneo.

Fundado a 5 de maio de 1949, o Conselho da Europa é a mais antiga instituição europeia em funcionamento, integrando 47 Estados, incluindo todos os países que formam a União Europeia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório