Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Dentista que matou leão Cecil defende-se pela primeira vez

Dentista fala pela primeira vez após a polémica.

Dentista que matou leão Cecil defende-se pela primeira vez

O dentista norte-americano que gerou uma onda de ódio depois de ter matado o leão Cecil, falou pela primeira vez à imprensa após a polémica.

Walter Palmer alega que não esteve fugido e defende-se dizendo que não sabia que era proibido caçar no local onde, com arco e flecha, matou o animal.

"Estive ausente porque estive a visitar família e amigos”, afirma, dando conta de que passou por alguns “problemas de segurança” e que toda a situação foi muito intensa “para a mulher e filha”.

“Elas foram ameaçadas através das redes sociais. Não entendo este nível de humanidade em que se persegue pessoas que não estão envolvidas no caso”, afirmou, citado pelo The Mirror.

Walter alega que não tinha percebido que Cecil usava um colar e era considerado um tesouro nacional. “Se soubesse que este leão tinha um nome que era importante para o país ou para estudo, não o teria matado”, salvaguarda.

O dentista anunciou também que vai voltar ao trabalho, na sua clínica no Minnesota.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório