Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Empurrou cadeira de rodas da avó do Afeganistão até à Hungria

Ali é um jovem de 18 anos que, tal como muitos milhares de pessoas, tenta sair de zonas de guerra para chegar à paz da Europa.

Empurrou cadeira de rodas da avó do Afeganistão até à Hungria

Milhares de pessoas têm chegado à Europa provenientes de países com a Síria, Iraque ou Afeganistão. Para trás deixam as suas casas, ou o que restou delas. Acima de tudo deixam uma vida de guerra e miséria e partem rumo à Europa à procura de melhores condições de vida.

O elevado número de imigrantes que tentam entrar na Europa através da Hungria levou o governo húngaro a mandar construir uma cerca, que terá 160 quilómetros, para assim fechar a fronteira e impedir a entrada de milhares de pessoas.

Um repórter da BBC esteve na zona fronteiriça entre a Sérvia e a Hungria e falou com alguns dos imigrantes que ali estavam. Um deles era um jovem de 18 anos. Ali saiu do Afeganistão com a avó, que está impossibilitada de andar e, por isso, viaja numa cadeira de rodas.

Durante semanas atravessaram continentes e caminharam milhares de quilómetros. “Foi muito difícil”, admitiu o jovem que confessou que quando era impossível empurrar a cadeira de rodas tinha que caminhar com a avó no colo.

“Às vezes não consigo empurrar a cadeira, então tenho que colocar a minha avó às costas e segurar na cadeira com as mãos”, contou o jovem.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório