Meteorologia

  • 20 AGOSTO 2019
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Violada aos 10 anos e impedida de abortar leva a marcha de protesto

As autoridades do Paraguai estão a ser alvo de duras críticas e espera-se mesmo uma marcha em protesto que poderá chegar a números recorde.

Violada aos 10 anos e impedida de abortar leva a marcha de protesto

O caso de uma menina de 10 anos, que engravidou após ter sido violada, está a gerar enorme contestação no Paraguai, após as autoridades terem decidido impedir a criança de abortar.

A capital do país, Asunción, será palco de uma marcha de protesto e, segundo o The Guardian, esperam-se números recorde entre os presentes, que defendem o direito à interrupção de gravidez num caso particularmente extremo.

Além dos protestos no país, este caso está já a extravasar as fronteiras do Paraguai e a fazer eco na imprensa internacional, como dá conta o The Guardian. A marcha marcada para esta semana será o maior de várias ações de protesto que têm decorrido nas últimas semanas, isto num país onde uma sondagem recente apontava para que 87% dos paraguaios seriam contra a possibilidade de abortar.

Recorde-se que, a decisão das autoridades paraguaias já tinha sido conhecida no início deste mês. Perante um apelo da mãe da criança, as autoridades paraguaias mantiveram o não. A menina está agora com 25 semanas de gestação e dará à luz, a não ser que surjam complicações que coloquem a sua vida em risco.

Pedro Pablo Guanes, ginecologista em Asunción, adianta que a menina poderá ter de ser sujeita a uma cesariana, já que não é certo que o seu corpo se tenha desenvolvido o suficiente para acomodar o feto nas fases mais adiantadas de desenvolvimento.

Também Portugal foi palco recentemente de um caso semelhante, conhecido em finais de abril, de uma menina de 12 anos que engravidou após ser violada pelo padrasto. Neste caso, porém, foi dado à criança o direito de não levar a gravidez até ao fim.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório