Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

A ciência comprova: Gabar-se não resulta e chateia os outros

A falsa modéstia – ou o ego no auge – não fica bem, não traz nada de bom e irrita as pessoas. E quem o diz são os cientistas.

A ciência comprova: Gabar-se não resulta e chateia os outros

A autopromoção, o auto-elogio e a falsa modéstia podem custar caro. Esta é a conclusão de um estudo conjunto entre as universidades City (Londres), Carnegie Mellon (EUA) e Bocconi (Itália), publicado recentemente na revista Psychological Science, e que indica que os efeitos deste hábito são, quase sempre, contrários aos desejados.

De acordo com os investigadores, o ato de gabar-se de si próprio leva a uma superestimação de respostas e emoções positivas e a uma subestimação de reacções negativas por parte dos outros que assistem a tais divulgações de auto-elogio.

Para esta investigação, lê-se no Huffington Post, foram usados dois grupos. Num, os inquiridos foram desafiados a gabar-se, a dizer o que sentiam ao fazê-lo e a revelarem o que pensavam que as outras pessoas iriam sentir perante o seu auto-elogio. O outro grupo teve apenas que revelar o que pensou ao ver uma publicação repleta de falsa modéstia e o que poderia estar a sentir quem fez a publicação.

Após este teste, os investigadores, liderados por Irene Scopelliti, detetaram que os autopromotores calcularam mal os sentimentos daqueles que liam as suas publicações, pensado que iriam ficar felizes e orgulhosos, quando na verdade ficaram irritados e aborrecidos. Além disso, alguns acreditavam que iriam causar mais ciúme ou inveja do que realmente aconteceu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório