Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Menina de oito anos sugere cura para cancro. E tem (alguma) razão

Uma menina de oito anos sugeriu aos pais, cientistas que pesquisam uma cura para o cancro, que utilizassem antibióticos para erradicar a doença. O casal, mais por curiosidade do que por acreditar naquela solução, fez o teste e descobriu que afinal este pode ser um caminho para a cura.

Menina de oito anos sugere cura para cancro. E tem (alguma) razão

Michael Lisanti e Federica Sotgia são um casal de cientistas que procura uma cura para o cancro. Durante um jantar de família com Camilla Lisanti, a filha de oito anos, perguntaram-lhe como é que curaria o cancro e a menina, depois de parar para pensar, atirou: “Com antibióticos, tal como quando tenho dores de garganta”.

O casal, que trabalha na Universidade de Manchester, no Reino Unido, até achou piada à resposta da filha e, mais por curiosidade, decidiu fazer o teste em laboratório. O resultado foi surpreendente.

De acordo com o Daily Mail, os investigadores descobriram que alguns antibióticos têm a capacidade de destruir células cancerígenas.

Os fármacos, baratos e utilizados regularmente, conseguiram destruir as células de sete dos cancros mais comuns, como o da mama, da próstata, dos pulmões e do cérebro.

A mesma fonte revela que um dos fármacos em causa, utilizado para tratar a acne, alcançou resultados muito positivos, tendo-se revelado promissor na luta contra os tumores.

Associações que apoiam doentes com cancro já reagiram, dizendo que esta experiência mostra que às vezes as soluções para grandes problemas estão mesmo à frente dos olhos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório