Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 26º

Cameron quer proibir Snapchat e WhatsApp

O primeiro-ministro britânico David Cameron está empenhado em proibir o uso de aplicações que permitam trocar mensagens encriptadas, como o Snapchat e o WhatsApp, a que as autoridades não têm acesso, avança hoje o New York Times.

Cameron quer proibir Snapchat e WhatsApp
Notícias ao Minuto

12:51 - 13/01/15 por Notícias Ao Minuto

Mundo Terrorismo

O jornal New York Times revela, esta terça-feira, que o primeiro-ministro britânico está a ponderar proibir aplicações que permitam a troca de mensagens encriptadas, como sucede com o Snapchat e o WhatsApp.

Muitas apps deste género estão protegidas por políticas de privacidade que não permitem o acesso das autoridades à atividade dos respetivos utilizadores. Neste sentido, têm sido vários os governantes a solicitar a grandes tecnológicas como a Google e o Facebook para que facilitem esse acesso.

Acontece que, num momento em que a Europa está em alerta máximo depois dos atentados em Paris, esta questão torna ainda mais pertinente. No Reino Unido, um dos países ameaçados pela Al-Qaeda, David Cameron sugere mesmo a proibição de serviços que usem a encriptação.

Cameron, acrescenta o New York Times, sugere mesmo as operadoras de telecomunicações sejam obrigadas a armazenar mais dados sobre as atividades dos utilizadores e que as cedam as autoridades.

A justificação para esta postura radical prende-se, esclarece o primeiro-ministro, com a necessidade de proteger o país e os cidadãos da ameaça terrorista.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório