Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º

Etiópia acusada de perseguir a etnia Oromo

A Amnistia Internacional acusou a Etiópia de ter "perseguido sem misericórdia" e torturado o maior grupo étnico do país por considerar que estão contra o Governo, num relatório com mais de 200 entrevistas divulgado hoje.

Etiópia acusada de perseguir a etnia Oromo

No documento, citado pelas agências internacionais, dá-se conta de que milhares de pessoas da etnia Oromo foram "regularmente sujeitas a prisões arbitrárias, detenções prolongadas sem acusações, desaparecimento forçado, tortura repetida e assassínios encomendados pelo Estado".

Pelo menos 5 mil membros da etnia Oromo foram presos, muitas vezes simplesmente por estarem em contacto com opositores do Governo ou por se achar que podem ser simpatizantes antigovernamentais, indica-se o relatório, em que se dá conta do "desaparecimento de dezenas de opositores ou suspeitos de serem da oposição".

Os antigos detidos, que fugiram para os países vizinhos e foram aí entrevistados pela Amnistia Internacional, fazem um relato tenebroso do que se passa, relatando tortura "com espancamentos, choques elétricos, execuções encenadas, queimaduras com metal aquecido e violações, algumas delas em grupo".

O Governo não respondeu de imediato à divulgação do relatório, mas tem desvalorizado estes documentos, negando qualquer acusação de tortura ou de detenções arbitrárias.

"A perseguição a dissidentes do Oromo reais ou imaginários por parte do governo da Etiópia é avassalador na sua escala e muitas vezes chocante na sua brutalidade", comentou a investigadora da AI Claire Beston, acrescentando que estas práticas "são aparentemente levadas a cabo para avisar, controlar ou silenciar todos os sinais de 'desobediência política' na região".

Com 27 milhões de pessoas, a etnia Oromo é a mais populosa do país composto por estados federais e tem a sua própria linguagem.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório