Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

Biden pede desculpa a Erdogan por comentário sobre apoio ao ISIS

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu hoje desculpa ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, por comentários sugerindo que Ancara e outras potências regionais tinham financiado e armado organizações "jihadistas" na Síria.

Biden pede desculpa a Erdogan por comentário sobre apoio ao ISIS

Erdogan reagiu hoje agressivamente a comentários feitos por Joe Biden na Universidade de Harvard, na quinta-feira, nos quais o vice-presidente norte-americano criticou a Turquia e o mundo árabe por apoiar grupos na Síria como o Estado Islâmico (EI) ou o ramo sírio da Al-Qaida, Al Nusra.

"Se Joe Biden usou essa linguagem, é um homem do passado para mim", afirmou o presidente turco numa conferência de imprensa em Istambul. "Ninguém pode acusar a Turquia de apoiar qualquer organização terrorista na Síria, incluindo o EI", disse Erdogan.

Segundo uma declaração do gabinete de Joe Biden, citada pela agência noticiosa France Presse (AFP), o vice-presidente ligou ao responsável turco para "clarificar" as suas declarações anteriores.

"O vice-presidente pediu desculpa por qualquer implicação de que a Turquia ou outros aliados e parceiros na região teriam intencionalmente fornecido ou facilitado o crescimento do ISIL [antigo acrónimo do Estado Islâmico do Iraque e do Levante] ou de outros extremistas violentos na Síria", refere a nota.

Joe Biden "deixou claro" que os Estados Unidos "valorizam os compromissos e sacrifícios feitos pelos seus aliados e parceiros em todo o mundo para combater o flagelo do ISIL", incluindo a Turquia.

Os dois líderes reafirmaram a importância de a Turquia e de os Estados Unidos combaterem em conjunto estes grupos extremistas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório