Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Uma revolução feita com guarda-chuvas

Os protestos em Hong Kong ganharam um símbolo inesperado: os chapéus de chuva, que estão a ser usados por manifestantes como forma de proteção.

A 'revolução dos guarda-chuvas' de Hong Kong

Já lhe chamam a ‘revolução dos guarda-chuvas’. A razão é simples: para se protegerem do gás lacrimogénio lançado pela polícia antimotim, os manifestantes abrem os seus guarda-chuvas para se protegerem.

Em Hong Kong, uma região administrativa especial da China, protesta-se contra Pequim. Os manifestantes não querem quer que os candidatos sejam escolhidos antecipadamente por Pequim e pedem ainda a demissão de Leung Chun-ying, chefe do executivo da região.

Do outro lado do mundo, de guarda-chuvas abertos, os manifestantes vão encontrando a proteção possível das cargas policiais – as quais tiveram, a bem da verdade, o efeito oposto, levando ainda mais pessoas às ruas em protesto.

Do lado de cá ficamos com uma coleção de imagens cativantes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório