Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
35º
MIN 20º MÁX 37º

Advogada detida em pleno aeroporto por insultos raciais a funcionário

Luana Otoni de Paula foi detida em flagrante após agredir e apelidar o funcionário de "macaco, preto, cretino e babaca".

Advogada detida em pleno aeroporto por insultos raciais a funcionário
Notícias ao Minuto

20:17 - 25/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Brasil

Uma advogada de 39 anos foi detida no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, no Brasil, suspeita de injúria racial contra um gerente operacional da Azul. Contudo, ficou detida menos de 24 horas e já foi liberta na tarde desta segunda-feira, dia 24.

Luana Otoni de Paula foi detida em flagrante após agredir e apelidar o funcionário de "macaco, preto, cretino e babaca". 

A suspeita era passageira de um voo com destino a Natal, previsto para as 13h30 deste domingo. Ao entrar na aeronave, a mulher caiu com sintomas de embriaguez.


O gerente operacional da Azul disse à polícia que foi ao lugar da mulher, perguntou se ela precisava de ajuda médico e convidou-a a sair do avião, em conformidade com os protocolos.

Em consequência, a mulher começou a agredi-lo e injuriá-lo, algo que fez ainda com o comandante, outros funcionários e ainda a polícia. 

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, citado pelo g1, a suspeita foi liberta pela justiça após audiência de custódia virtual, a pedido do Ministério Público de Minas Gerais.

O juiz responsável entendeu que o crime cometido pela advogada não condizia com os requisitos da prisão preventiva, e concedeu liberdade provisória "fixando a medida cautelar de comparecimento mensal". 

Leia Também: Youtuber dos EUA participa em perseguição num carro da polícia brasileira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório