Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

Zelensky nomeia novo comandante das Forças Conjuntas da Ucrânia

O anúncio de Zelensky, feito durante o seu discurso noturno em vídeo, seguiu-se a uma série de relatos de que Sodol tinha tido um mau desempenho no conflito em curso entre a Ucrânia e a Rússia.

Zelensky nomeia novo comandante das Forças Conjuntas da Ucrânia
Notícias ao Minuto

19:17 - 24/06/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente Volodymyr Zelensky anunciou, esta segunda-feira, que nomeou o brigadeiro-general Andriy Hnatov como comandante das Forças Conjuntas das Forças Armadas da Ucrânia, substituindo o tenente-general Yuri Sodol.

O anúncio de Zelensky, feito durante o seu discurso noturno em vídeo, seguiu-se a uma série de relatos de que Sodol tinha tido um mau desempenho no conflito em curso entre a Ucrânia e a Rússia, noticia a Reuters.

Sodol terá sido alvo de críticas de um comandante da brigada Azov, conhecida pelas suas ligações com círculos ultranacionalistas. Este comandante, Bogdan Krotevych, revelou esta segunda-feira de manhã que tinha apresentado uma queixa aos serviços de segurança ucranianos (SBU), para exigir a abertura de uma investigação a Sodol.

De acordo com os meios de comunicação ucranianos, Krotevych acusa Sodol de incompetência, levando à morte de soldados ucranianos e a retrocessos na frente de combate, noticiou a agência France-Presse (AFP).

De recordar que a guerra na Ucrânia já provocou dezenas de milhares de mortos de ambos os lados, e os últimos meses foram marcados por ataques aéreos em grande escala da Rússia contra cidades e infraestruturas ucranianas, ao passo que as forças de Kyiv têm visado alvos em território russo próximos da fronteira e na península da Crimeia, ilegalmente anexada em 2014.

Já no terceiro ano de guerra, as Forças Armadas ucranianas têm-se confrontado com falta de soldados e de armamento e munições, apesar das reiteradas promessas de ajuda dos aliados ocidentais, que começaram entretanto a concretizar-se.

[Notícia atualizada às 22h28]

Leia Também: Borrell pede ajuda europeia a Kyiv antes do verão por "guerra longa"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório