Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 23º MÁX 38º

Tribunal israelita prolonga detenção de jornalista palestiniana

Um tribunal israelita prolongou hoje até agosto a detenção de Rasha Hirzallah, jornalista que trabalha para a agência noticiosa palestiniana WAFA e que foi detida no início de junho depois de ter sido convocada pelos serviços secretos para interrogatório.

Tribunal israelita prolonga detenção de jornalista palestiniana
Notícias ao Minuto

18:14 - 24/06/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

O Clube dos Prisioneiros Palestinianos indicou que o período de detenção foi prorrogado até 11 de agosto, seguindo-se a uma extensão anterior em 10 de junho, segundo a WAFA.

Raed Mahamid, advogado da Comissão para os Assuntos dos Detidos e Ex-Detidos, afirmou que o tribunal decidiu prolongar a sua detenção sob o pretexto de "cumprir procedimentos judiciais abertos".

A detenção ocorreu depois de os serviços de informações israelitas terem convocado a jornalista para testemunhar no âmbito de uma investigação num centro de detenção no colonato de Ariel, na Cisjordânia.

Depois, foi informada que ficaria detida por pelo menos 72 horas.

A detenção ocorre em plena guerra na Faixa de Gaza, iniciada com o ataque sem precedentes que o grupo islamita palestiniano Hamas realizou em solo israelita em 07 de outubro de 2023, deixando quase 1.200 mortos e levando mais de 200 reféns.

Este ataque desencadeou o atual conflito no território palestiniano, onde uma ofensiva em grande escala de Israel já provocou mais de 37 mil mortos, na maioria civis, um desastre humanitário e desestabilizou toda a região.

Segundo dados divulgados em março pela organização Repórteres Sem Fronteiras, mais de cem jornalistas morreram durante o conflito, na maioria palestinianos no enclave, enquanto outros enfrentam fortes restrições ao seu trabalho.

Leia Também: Quinze palestinianos mortos em ataques israelitas em Gaza e Nuseirat

Recomendados para si

;
Campo obrigatório