Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 27º

Padre e vários polícias morrem em ataques no Daguestão. Igreja em chamas

As autoridades na república russa do Daguestão dizem, citadas pela imprensa internacional, que dois agressores foram mortos e há mais de uma dezena de feridos.

Padre e vários polícias morrem em ataques no Daguestão. Igreja em chamas
Notícias ao Minuto

20:01 - 23/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia

Vários polícias e um sacerdote morreram, este domingo, depois de dois tiroteios em cidades no Daguestão, na Rússia.

De acordo com as publicações internacionais, as situações aconteceram nas cidades de Makhachkala e Derbent.

O número de vítimas mortais varia consoante as fontes de informação, com a agência espanhola EFE a falar em três mortos e 16 feridos, enquanto a agência France-Presse dá conta de que morreram seis polícias e um sacerdote.

Fontes do ministério do Interior do Daguestão, uma república russa, disse ainda, citado pela agência RIA Novosti, que dois dos atiradores tinham sido mortos na operação.

"Por volta das 18 horas Derbent, cidadãos desconhecidos atiraram contra uma sinagoga e uma igreja com armas automáticas", informou o departamento regional do Ministério do Interior, citado pela EFE.

Segundo a CNN Internacional, a situação aparenta ser um ataque coordenado. Fontes oficiais adiantaram que o sacerdote, que estava muito doente e tinha 66 anos, foi degolado. Outros sacerdotes ter-se-ão trancado no interior do edifício.

Imagens partilhadas nas redes sociais mostram a sinagoga e igreja envolta pelas chamas.

Após o ataque em Derbent, houve uma troca de tiros junto a um ponto de trânsito em Makhachkala, a cerca de 127 quilómetros da primeira cidade.

Em Derbent, os agressores fugiram num carro, enquanto em Makhachkala polícias e agressores trocaram tiros.

A direção de investigação do Comité de Investigação do Daguestão iniciou processos criminais por ataques terroristas relacionados com os ataques em ambas as cidades desta república russa.

Os ataques às igrejas foram realizados no mesmo dia em que os ortodoxos russos celebram o Pentecostes.

[Notícia atualizada às 21h07]

Leia Também: Cidadão luso-belga detido na RCA acusado de 6 crimes incluindo terrorismo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório