Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 26º

Hezbollah anuncia novo ataque com 'drone' contra exército israelita

O Hezbollah libanês anunciou hoje ter lançado um "drone explosivo" contra uma instalação militar no norte de Israel, em resposta à morte de um dirigente de um grupo islamita libanês, morto num ataque israelita no leste do Líbano.

Hezbollah anuncia novo ataque com 'drone' contra exército israelita
Notícias ao Minuto

09:37 - 23/06/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

O exército israelita, porém, indicou tê-lo intercetado.

O movimento xiita pró-iraniano também publicou um novo vídeo que mostra o que descreveu como locais em Israel com as suas coordenadas, sem os identificar, cinco dias depois de ter revelado imagens de Haifa captadas, segundo o Hezbollah, por um 'drone' (aeronave não tripulada) que sobrevoou este importante porto no norte de Israel.

No sábado, uma fonte de segurança libanesa afirmou que um dirigente do grupo islamita Jamaa Islamiya, próximo do Hamas palestiniano, tinha sido morto num ataque israelita contra o seu veículo em Khiara, na Bekaa. 

O exército israelita confirmou ter "eliminado" o dirigente, que era acusado de fornecer armas ao Hamas.

Desde o início da guerra entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza, a 07 de outubro de 2023, o Hezbollah e os grupos aliados que apoiam o movimento islamita palestiniano têm trocado tiros transfronteiriços.

Num comunicado divulgado hoje, o Hezbollah afirmou que os seus combatentes tinham lançado um "ataque aéreo com um 'drone' carregado de explosivos" contra um quartel israelita em Beit Hillel, em "retaliação pelo ataque do inimigo israelita em Khiara".

O exército israelita declarou em comunicado que um "drone hostil lançado do Líbano" tinha entrado no norte de Israel mas tinha sido intercetado. O drone "caiu na região de Beit Hillel sem causar vítimas", indicou.

As sirenes de alerta foram ativadas na região.

Mais de oito meses de violência entre o Hezbollah e o exército israelita nas zonas fronteiriças fizeram pelo menos 480 mortos no Líbano, na sua maioria combatentes do Hezbollah, e 93 civis, segundo uma contagem da agência noticiosa France-Presse (AFP).

Do lado israelita, pelo menos 15 soldados e 11 civis foram mortos, segundo Israel.

Leia Também: Após aviso do Hezbollah, Borrell admite envio de missão naval para Chipre

Recomendados para si

;
Campo obrigatório