Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
29º
MIN 20º MÁX 38º

Brasil ultrapassa seis milhões de casos prováveis de dengue este ano

O Brasil superou este ano os seis milhões de casos prováveis de dengue e, embora a incidência da epidemia tenha diminuído, foram registadas 4.019 mortes pela doença desde janeiro, indicaram fontes oficiais.

Brasil ultrapassa seis milhões de casos prováveis de dengue este ano
Notícias ao Minuto

19:13 - 21/06/24 por Lusa

Mundo Dengue

De acordo com um boletim epidemiológico divulgado hoje pelo Ministério da Saúde, o número de casos prováveis é de 6.012.585 em pouco mais de seis meses.

Estão a ser investigadas mais 2.837 mortes, pelo que o número de mortos poderá ser muito superior.

Até agora, o número recorde de casos foi registado em 2015, com 1,6 milhões, enquanto o ano com mais mortes foi 2023, quando morreram 1.094 pessoas.

O Brasil, tal como toda a América Latina, sofreu este ano a pior epidemia de dengue da sua história, o que tem sido atribuído às perturbações climáticas provocadas pelo fenómeno El Niño, que fez subir as temperaturas e aumentou as chuvas em quase todas as regiões do país.

Desde fevereiro, o Governo brasileiro tem vindo a distribuir vacinas contra a dengue através do sistema público de saúde, mas devido ao reduzido número de doses disponíveis, limitou-as inicialmente a crianças e adolescentes.

No entanto, mais tarde aumentou o limite de idade para 59 anos, devido à baixa resposta dos cidadãos à vacinação.

As Américas são o continente mais afetado pela dengue, com mais de 8 milhões de casos, e a situação vai piorar nos próximos anos, segundo um relatório que prevê que a infeção se espalhará por praticamente todo o Brasil e México, os dois maiores países da América Latina, até 2039.

O estudo, publicado na revista Nature Communications e que envolveu cientistas do Canadá, Reino Unido, Austrália, Estados Unidos, Brasil e México, prevê que, em 2039, 97% dos municípios do Brasil serão afetados pela dengue, enquanto no México essa percentagem será de 81%.

No Brasil, a maior parte das áreas invadidas nos próximos anos será no sul.

Leia Também: Brasil ultrapassa as 3.000 mortes por dengue este ano

Recomendados para si

;
Campo obrigatório