Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 26º

"Parceria estratégica". EUA no Vietname dias depois de Putin visitar país

O secretário de Estado Adjunto para a Ásia Oriental e Pacífico dos Estados Unidos desloca-se hoje e sábado ao Vietname, no seguimento da visita do Presidente russo, reafirmando o apoio norte-americano ao país asiático.

"Parceria estratégica". EUA no Vietname dias depois de Putin visitar país
Notícias ao Minuto

06:26 - 21/06/24 por Lusa

Mundo Diplomacia

Daniel Kritenbrink desloca-se a Hanói para se encontrar com altos funcionários do governo vietnamita e "sublinhar o forte empenho dos Estados Unidos na implementação da parceria estratégica entre os Estados Unidos e o Vietname", lê-se num comunicado divulgado pelo Departamento de Estado, equivalente ao Ministério dos Negócios Estrangeiros nos governos europeus.

No documento, citado pela agência francesa de notícias, a France-Presse (AFP), acrescenta-se que o governante reafirmará igualmente o apoio dos Estados Unidos a um Vietname "forte, independente, resiliente e próspero".

Hoje, em Hanói, Vladimir Putin comprometeu-se a desenvolver as relações com o Vietname, ao qual o seu país vende armas há décadas.

O Vietname é a segunda e última paragem da viagem de Vladimir Putin à Ásia, depois da Coreia do Norte, na quarta-feira, onde o anúncio de um acordo bilateral de defesa suscitou novas críticas do Ocidente.

Os Estados Unidos não encaram com bons olhos a visita do Presidente russo ao Vietname, mas o seu principal objetivo é defender os seus próprios interesses e não colocam a rotura das relações entre a Rússia e o Vietname como condição para o seu apoio.

"O Vietname tem uma política e uma estratégia de trabalho com muitos países diferentes e o corte de relações com a Rússia ou com a China não é uma condição para a nossa parceria", afirmou hoje a Secretária do Tesouro, Janet Yellen, quando questionada sobre esta questão numa conferência de imprensa em Atlanta.

Os EUA aproximaram-se consideravelmente do Vietname nos últimos anos e o Presidente dos EUA, Joe Biden, fez uma visita histórica ao país em setembro de 2023.

Leia Também: Putin admite envio de armas à Coreia do Norte e adverte Seul

Recomendados para si

;
Campo obrigatório