Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

Sunak "zangado" com alegações de que candidatos apostaram sobre eleições

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, reconheceu hoje estar "incrivelmente zangado" com as alegações de que membros do partido Conservador fizeram apostas sobre o dia das eleições legislativas e prometeu expulsá-los de forem tiverem cometido irregularidades. 

Sunak "zangado" com alegações de que candidatos apostaram sobre eleições
Notícias ao Minuto

22:44 - 20/06/24 por Lusa

Mundo Reino Unido

Londres, 20 jun 2024 (Lusa) - O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, reconheceu hoje estar "incrivelmente zangado" com as alegações de que membros do partido Conservador fizeram apostas sobre o dia das eleições legislativas e prometeu expulsá-los de forem tiverem cometido irregularidades. 

Questionado num programa da estação pública BBC, Sunak revelou ter ficado "incrivelmente zangado, incrivelmente zangado ao saber destas alegações". 

"É um assunto muito sério. É correto que estejam a ser devidamente investigadas pelas autoridades competentes, incluindo uma investigação criminal por parte da polícia", respondeu. 

Pressionado sobre se vai suspender os dois candidatos às eleições em causa, Sunak vincou que "estas investigações estão a decorrer" e que "a integridade desse processo deve ser respeitada". 

"Mas o que posso dizer é que, se se descobrir que alguém violou as regras, não só deverá enfrentar todas as consequências da lei, como farei com que seja expulso do Partido Conservador", concluiu. 

Na semana passada, o assessor de Sunak, Craig Williams, que é candidato à reeleição para o parlamento, reconheceu que estava a ser investigado pela comissão responsável pela regulação das apostas do Reino Unido por ter feito uma aposta de 100 libras (118 euros) nas eleições de julho, antes de a data ter sido anunciada.

O primeiro-ministro Rishi Sunak anunciou a 22 de maio que as eleições legislativas se realizariam a 04 de julho, um segredo bem guardado que surpreendeu até membros do governo pois esperavam uma votação no outono.

Craig Williams admitiu ter cometido um "erro" sem confirmar se usou informação privilegiada para fazer a aposta.

Hoje, vários meios de comunicação britânicos noticiaram que a candidata conservadora Laura Saunders, casada com o diretor de campanha do Partido Conservador, Tony Lee, também está a ser investigada por alegadas irregularidades relacionadas com apostas.

Laura Saunders vai "colaborar com a comissão", afirmou, através da advogada. 

O partido recusou-se a comentar a nova alegação mas adiantou num comunicado que Tony Lee tirou férias das funções a 14 dias das eleições.

Na quarta-feira, uma terceira pessoa, um dos guarda-costas de Sunak foi detido por suspeitas relacionadas com apostas sobre a data das eleições nacionais britânicas antes de estas serem anunciadas. 

O agente de polícia foi detido na segunda-feira por suspeita de má conduta em funções públicas, informou a Polícia Metropolitana.

Segundo as sondagens, o Partido Conservador, no poder há 14 anos, está em vias de sofrer uma derrota história para o Partido Trabalhista.   

BM

Lusa/fim

Recomendados para si

;
Campo obrigatório