Meteorologia

  • 25 JULHO 2024
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 28º

Rússia utiliza pela primeira vez bomba aérea de três toneladas na Ucrânia

O exército russo anunciou ter utilizado hoje pela primeira vez uma bomba planadora de três toneladas (FAB-3000) contra um ponto de concentração de tropas ucranianas na região de Kharkiv, no nordeste do país.

Rússia utiliza pela primeira vez bomba aérea de três toneladas na Ucrânia
Notícias ao Minuto

16:21 - 20/06/24 por Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

"A Força Aeroespacial Russa utilizou pela primeira vez uma 'FAB-3000' com um módulo de deslizamento e correção 'UMPK' [de precisão]", revelou fonte militar à agência noticiosa russa TASS, acrescentando que o alvo era um local onde as tropas inimigas estavam concentradas na cidade ucraniana de Liptsi, perto da fronteira russa.

Desconhece-se se houve vítimas, pois não foi adiantada qualquer informação nesse sentido.

Antes, 'bloggers' militares russos publicaram um vídeo da alegada utilização desta bomba contra o edifício utilizado como abrigo pelos soldados ucranianos, mostrando uma detonação que cobria uma área considerável.

Segundo os 'bloggers', a bomba, que tem um raio de destruição efetivo de 230 metros e outro de explosão de até 1.200 metros, caiu a 10 metros do alvo.

Até à data, as forças russas utilizaram bombas planadoras de 500 e 1.500 quilos, que se revelaram decisivas durante a tomada do reduto ucraniano de Avdivka.

Este tipo de bombas, equipadas com um sistema de deslizamento e correção, permite aos aviões russos atacar alvos a uma distância de cerca de 70 quilómetros, evitando assim as defesas antiaéreas inimigas.

O Ministério da Defesa russo informou em março passado que tinha iniciado a produção das bombas de três toneladas durante uma visita do então ministro, Serguei Shoigu, a um complexo industrial militar russo em Nizhny Novgorod.

Leia Também: Roménia vai enviar sistemas de mísseis Patriot para a Ucrânia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório