Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 29º

Verdes reelegem Terry Reintke e elegem Bas Eickhout como copresidentes

Os Verdes no Parlamento Europeu (PE) reelegeram a eurodeputada Terry Reintke, que foi a candidata principal à presidência da Comissão Europeia, e elegeu Bas Eickhout como copresidentes daquele grupo político, foi hoje anunciado.

Verdes reelegem Terry Reintke e elegem Bas Eickhout como copresidentes
Notícias ao Minuto

10:36 - 19/06/24 por Lusa

Mundo Parlamento Europeu

Em comunicado, Os Verdes anunciaram a eleição dos copresidentes. A presidência já era bicéfala e a alemã Terry Reintke foi reeleita.

Citada no comunicado, a 'spitzenkandidat' escolhida para representar Os Verdes na corrida à presidência da Comissão Europeia, disse estar "honrada com a reeleição" na próxima legislatura.

"É altura de trabalhar, os cidadãos europeus têm uma expectativa de soluções europeias da nossa parte e há muitos desafios pela frente. O primeiro é assegurar uma maioria viável e democrática no Parlamento Europeu para os próximos cinco anos. Isso não pode incluir a extrema-direita", sustentou.

Uma "viragem à direita" no PE e noutras instituições europeias "é preocupante" e Terry Reintke prometeu que Os Verdes vão "lugar incansavelmente pelos valores democráticos, Estado de direito e direitos fundamentais" dos cidadãos nos 27 países do bloco comunitário.

"Mas não podemos fazê-lo sozinhos, é uma responsabilidade partilhada com todos os grupos [políticos] democráticos no Parlamento Europeu", completou.

Terry Reintke, de 37 anos, é eurodeputada eleita pela Alemanha, enquanto Bas Eickhout, de 47 anos, é dos Países Baixos.

De acordo com os resultados atualizados, Os Verdes conquistaram 52 lugares no hemiciclo para a próxima legislatura, menos 19 do que na que vai findar, e são hoje a sexta força política no PE.

Estão atrás dos Conservadores e Reformistas Europeus (ECR) e do Identidade e Democracia (ID), as duas famílias políticas que agregam os partidos de extrema-direita europeus, e com os quais Terry Reintke defendeu que não se dialogue.

Leia Também: Conselho da UE adota posição sobre reforço do mandato da AESM

Recomendados para si

;
Campo obrigatório