Meteorologia

  • 13 JULHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 25º

Detetado "despertar" de buraco negro em galáxia. Alterações nunca vistas

Uma equipa internacional de astrónomos detetou alterações nunca antes vistas numa galáxia, provavelmente devido ao "despertar" repentino do buraco negro que existe no seu centro, divulgou hoje o Observatório Europeu do Sul (OES).

Detetado "despertar" de buraco negro em galáxia. Alterações nunca vistas
Notícias ao Minuto

18:03 - 18/06/24 por Lusa

Tech Astronomia

Apesar de estudos anteriores terem revelado que galáxias inativas se tornam ativas ao fim de vários anos, é a primeira vez que o processo, no caso o "despertar" do buraco negro, foi observado em tempo real, sustentam os autores do trabalho.

As observações foram feitas, nomeadamente, com o telescópio VLT do OES, no Chile, e as conclusões do estudo feito pelos astrónomos publicadas na revista da especialidade Astronomy & Astrophysics.

Em finais de 2019, os astrónomos notaram que a galáxia 'SDSS1335+0728', que antes não tinha nada de especial, começou de repente a brilhar mais.

Para compreender o motivo, a equipa usou dados de arquivos e novas observações de vários observatórios espaciais e terrestres, incluindo o VLT, para estudar como variou o brilho da galáxia, localizada a 300 milhões de anos-luz da Terra, na constelação Virgem.

Ao compararem dados obtidos antes e depois de dezembro de 2019, os astrónomos descobriram que 'SDSS1335+0728' irradia muito mais luz.

Este aumento do brilho, que persiste atualmente, contribuiu para que a galáxia 'SDSS1335+0728' fosse classificada como tendo um "núcleo galáctico ativo", uma região compacta e brilhante alimentada por um buraco negro (corpo denso e escuro do Universo de onde nada escapa, nem mesmo a luz) com grande massa no seu centro.

Leia Também: Telescópio espacial James Webb deteta galáxia longínqua nunca vista

Recomendados para si

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório