Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

Início de motim em prisão russa na região de Rostov. Dois guardas reféns

Pelo menos dois guardas prisionais foram feitos reféns por membros da organização jihadista Estado Islâmico (EI) num centro de detenção da região de Rostov, no sul da Rússia, segundo informação divulgada pelos serviços prisionais.

Início de motim em prisão russa na região de Rostov. Dois guardas reféns
Notícias ao Minuto

08:56 - 16/06/24 por Lusa

Mundo EI

O início do motim foi comunicado pelo Serviço Penitenciário Federal da Rússia, adiantando que o incidente está a acontecer no Centro de Detenção n.º 1, na cidade de Rostov do Don, a capital regional.

"No local do incidente encontra-se o responsável pelo Serviço Penitenciário Federal da Rússia, bem como representantes das forças da ordem e do Ministério Público", segundo adianta um comunicado publicado na página na internet do Serviço Penitenciário, referindo que estão a decorrer negociações para libertar os reféns.

"Os presos que se encontravam numa das celas do Centro de Detenção n.º 1 [...] para a região de Rostov fizeram reféns dois guardas prisionais", declarou.

A mesma informação adianta que o estabelecimento prisional está a "funcionar normalmente" e que "a situação está controlada", sem adiantar mais detalhes.

A Rússia tem sido alvo de vários ataques reivindicados pela organização jihadista.

Em 22 de março, homens armados abriram fogo numa sala de concertos perto de Moscovo, matando pelo menos 144 pessoas e ferindo centenas. Foi o ataque mais mortífero em solo russo desde 2004.

Leia Também: Espiões israelitas viveram em Gaza durante vários dias para salvar reféns

Recomendados para si

;
Campo obrigatório