Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 26º

Seis mortes em inundações e deslizamento de terras na Índia

Pelo menos seis pessoas morreram na sequência de inundações e deslizamentos de terras provocados por fortes chuvas numa região remota do nordeste da Índia, disseram hoje as autoridades locais à agência noticiosa AFP.

Seis mortes em inundações e deslizamento de terras na Índia
Notícias ao Minuto

10:26 - 14/06/24 por Lusa

Mundo Índia

Cinco pessoas estão também desaparecidas em Sikkim, um estado no sopé dos Himalaias que faz fronteira com a China e é popular entre os turistas indianos.

"O nível da água no rio Teesta subiu muito acima do nível de perigo na manhã de quinta-feira, causando sérios danos nas estradas e perturbando o trânsito", disse à agência France-Presse Gopinath Raha, um alto funcionário do governo estadual.

As zonas do norte de Sikkim ficaram "isoladas do resto do país", disse à AFP Sonam Dichu, um agente da polícia do distrito de Mangan.

"Muitas casas foram arrastadas", acrescentou.

A agência estatal de gestão de catástrofes disse que estão em curso operações de socorro, embora atrasadas pelos danos causados também nas redes de telecomunicações.

O governo regional de Sikkim está a trabalhar "para prestar todo o apoio possível às vítimas e às famílias afetadas", disse o ministro-chefe do estado, Prem Singh Tamang.

No ano passado, inundações repentinas ao longo do mesmo rio, provocadas pela rebentação de um lago glaciar, causaram danos consideráveis em estradas e pontes em Sikkim.

O norte da Índia tem sofrido várias ondas de calor sucessivas desde o final de abril, prevendo-se que a vaga de calor continue por mais alguns dias na capital Nova Deli e noutras grandes cidades.

A cidade de Prayagraj, no estado de Uttar Pradesh, registou uma temperatura máxima de 47,1 graus, informou quarta-feira o Departamento Meteorológico Indiano.

No mesmo dia, o serviço alertou para uma "elevada probabilidade" de novas vagas de calor nos Estados de Bihar, Jharkhand e Uttar Pradesh.

"As pessoas vulneráveis devem ser extremamente cautelosas", advertiu em comunicado.

Leia Também: Índia enfrenta onda de calor mais longa no país

Recomendados para si

;
Campo obrigatório