Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 23º MÁX 38º

Morte de homem considerada homicídio quase 40 anos após ataque

O homem foi espancado com um taco de basebol por indivíduos "desconhecidos", no que se tratou de "um caso de erro de identidade".

Morte de homem considerada homicídio quase 40 anos após ataque
Notícias ao Minuto

16:52 - 13/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

As autoridades da Pensilvânia, nos Estados Unidos, consideraram que a morte de um homem de 64 anos se tratou de um homicídio, quase quatro décadas após ter sido alvo de um ataque.

Craig Tschudy morreu a 5 de junho, numa casa de repouso, depois de ter sofrido um traumatismo craniano em 1986, aos 26 anos.

O homem foi espancado com um taco de basebol por indivíduos “desconhecidos”, no que se tratou de “um caso de erro de identidade”, adiantaram as autoridades, citadas pela BBC.

Não foram realizadas detenções na altura e, na verdade, os agressores nunca foram identificados.

Já esta quarta-feira, o Gabinete do Médico Legista do Condado de York avançou que a vítima sofreu ferimentos permanentes após o ataque.

“É considerado homicídio, já que os ferimentos eventualmente contribuíram para a morte de Tschudy, 38 anos depois”, disse.

Ainda assim, a entidade salientou que não será proferia qualquer acusação, devido à incapacidade da polícia de identificar os agressores.

Leia Também: Supremo dos EUA mantém acesso a pílula abortiva em voto unânime

Recomendados para si

;
Campo obrigatório