Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Hungria? NATO afasta possibilidade de mais países deixarem de apoiar Kyiv

O secretário-geral da NATO descartou hoje a possibilidade de mais países acompanharem a decisão da Hungria de deixar de contribuir no apoio à Ucrânia, depois de uma reunião com o primeiro-ministro húngaro, na quarta-feira.

Hungria? NATO afasta possibilidade de mais países deixarem de apoiar Kyiv
Notícias ao Minuto

08:44 - 13/06/24 por Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

À entrada para uma reunião ministerial no quartel-general da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), em Bruxelas, Jens Stoltenberg rejeitou essa possibilidade, acrescentando que a Hungria vai continuar a contribuir para a NATO, só não o vai fazer para apoiar com decisões próprias a Ucrânia.

Na quarta-feira, Jens Stoltenberg encontrou-se com Viktor Orbán em Budapeste.

A informação oficial é de que o encontro se realizou para preparar a cimeira de Washington, mas fontes da organização político-militar revelaram à Lusa que o corte no apoio à Ucrânia foi o principal tópico, assim como a sucessão do secretário-geral da Aliança Atlântica.

Hoje, o secretário-geral da Aliança Atlântica também foi questionado sobre a possibilidade de França eleger um Governo mais próximo do Kremlin -- a União Nacional de Marine Le Pen.

Jens Stoltenberg disse estar convicto de que Paris vai continuar empenhada no apoio à Ucrânia e cumprir com as obrigações que tem para com a NATO.

"Espero que França continue a ser um aliado forte e importante no futuro", disse Stoltenberg, acrescentando que "a experiência" demonstrou até hoje que mesmo com alterações no panorama político nacional, os Estados-membros continuam alinhados na NATO.

O secretário-geral da NATO disse ainda que esperava hoje ouvir por parte dos ministros da Defesa mais anúncios sobre armamento e munições para a Ucrânia e que começassem a delinear uma estrutura, para ser aprovada mais tarde, que comprometa os aliados a longo prazo.

[Notícia atualizada às 09h18]

Leia Também: Ministros da Defesa da NATO reúnem-se com foco na Ucrânia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório