Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 21º

Israel diz que Hamas rejeitou proposta de cessar-fogo de Biden

De acordo com um oficial israelita, a milícia palestiniana alterou os principais parâmetros da proposta.

Israel diz que Hamas rejeitou proposta de cessar-fogo de Biden
Notícias ao Minuto

22:36 - 11/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Médio Oriente

Um oficial israelita disse, esta terça-feira, que o Hamas rejeitou a proposta de cessar-fogo apresentada pelo presidente norte-americano, Joe Biden, numa resposta enviada a Jerusalém.

“Esta noite, Israel recebeu, através do mediador, a resposta do Hamas. Na sua resposta, o Hamas rejeitou a proposta de libertação de reféns apresentada pelo presidente Biden”, disse, citado pela agência Reuters, em condição de anonimato.

O responsável apontou ainda que a milícia alterou os principais parâmetros da proposta.

Estas declarações surgiram depois de o movimento islamita palestiniano ter dito que transmitiu aos mediadores do Qatar e do Egito a sua resposta à proposta de cessar-fogo apoiada pelos Estados Unidos, na qual incluiu alguns "reparos".

O Hamas e a Jihad Islâmica, grupo de menor dimensão, afirmaram estar dispostos a "negociar de forma positiva para chegar a um acordo", ao mesmo tempo que salientaram que a sua prioridade é pôr um "fim total" à guerra.

Entretanto, os Ministérios dos Negócios Estrangeiros qatari e egípcio indicaram, num comunicado conjunto, que estão a analisar a resposta e prosseguirão os seus esforços de mediação, juntamente com os Estados Unidos, "até ser alcançado um acordo".

Saliente-se que o Conselho de Segurança da ONU aprovou, na segunda-feira, uma resolução que saudava a proposta de cessar-fogo em Gaza anunciada por Joe Biden e exortava Israel e o Hamas a "implementarem integralmente os seus termos, sem demora e sem condições", a fim de chegar a um cessar-fogo.

Se o Hamas aplaudiu a decisão, Israel avisou que não tencionava "envolver-se em negociações intermináveis e sem sentido". Contudo, o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, disse que o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, "reafirmou o compromisso" com um cessar-fogo.

Leia Também: Hamas diz ter dado resposta a cessar-fogo em Gaza com alguns "reparos"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório