Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 22º

Pelo menos 49 mortos e 140 desaparecidos em naufrágio ao largo do Iémen

Pelo menos 49 migrantes morreram e 140 estão desaparecidos na sequência do naufrágio da embarcação em que seguiam na segunda-feira, ao largo do Iémen, segundo um novo balanço hoje divulgado pela Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Pelo menos 49 mortos e 140 desaparecidos em naufrágio ao largo do Iémen
Notícias ao Minuto

19:59 - 11/06/24 por Lusa

Mundo Migrações

O barco partiu da costa norte da Somália transportando cerca de 260 cidadãos somalis e etíopes, para uma viagem de 320 quilómetros através do Golfo de Aden, quando naufragou, na segunda-feira, ao largo da costa sul do Iémen, indicou a OIM num comunicado.

O balanço inicial do número de vítimas apontava para 30 mortos, e o mais recente, desta manhã, referia 39 mortos.

Setenta e uma pessoas foram resgatadas com vida e as buscas prosseguem, indicou a agência especializada da ONU, precisando que há 31 mulheres e seis crianças entre os mortos.

O Iémen é uma das principais rotas para os migrantes da África Oriental e do Corno de África que tentam chegar aos países do Golfo para trabalhar.

Apesar de o Iémen viver há quase uma década em guerra civil, o número de migrantes que chegam ao país triplicou nos últimos anos, passando de cerca de 27.000 em 2021 para mais de 90.000 no ano passado, indicou a OIM em maio.

Há cerca de 380.000 migrantes atualmente no Iémen, de acordo com a organização.

Para chegar ao Iémen, os migrantes são levados por traficantes de pessoas em barcos muitas vezes em mau estado e sobrelotados pelo Mar Vermelho ou o Golfo de Aden.

Em abril, pelo menos 62 pessoas morreram em dois naufrágios ao largo da costa do Djibuti quando tentavam chegar ao Iémen.

Segundo a OIM, pelo menos 1.860 pessoas morreram ou desapareceram ao longo dessa rota, incluindo 480 que se afogaram.

O naufrágio de segunda-feira "é mais um alerta para a necessidade premente de se trabalhar em conjunto para enfrentar os urgentes desafios das migrações e garantir a segurança dos migrantes ao longo das rotas migratórias", sustentou o porta-voz da OIM, Mohammedali Abunajela.

Leia Também: Sobe para 39 o número de mortos em naufrágio na costa do Iémen

Recomendados para si

;
Campo obrigatório