Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 22º

Hezbollah anuncia ter abatido um 'drone' israelita no Líbano

O movimento islamita libanês Hezbollah anunciou hoje ter abatido outro 'drone' israelita Hermes sobre o Líbano, o quinto desde fevereiro, depois de o exército israelita ter confirmado que um dos seus aparelhos tinha sido destruído.

Hezbollah anuncia ter abatido um 'drone' israelita no Líbano
Notícias ao Minuto

16:46 - 10/06/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

Desde o início da guerra na Faixa de Gaza, entre Israel e o movimento islamita Hamas, a 07 de outubro, o Hezbollah, pró-iraniano, tem trocado regularmente tiros com o exército israelita em apoio ao seu aliado palestiniano.

Num comunicado de imprensa, o Hezbollah anunciou que a sua "defesa antiaérea" tinha "abatido um 'drone' Hermes 900 equipado com mísseis que se preparava para efetuar ataques" contra as suas regiões.

O exército israelita confirmou que "um míssil terra-ar foi disparado contra um 'drone' que operava no espaço aéreo libanês", acrescentando que o aparelho não tripulado "foi danificado e caiu em território libanês".

Este é o quinto 'drone' Hermes 450 ou 900 que o Hezbollah anunciou ter abatido desde fevereiro.

Anteriormente, o exército israelita tinha retaliado após os seus aviões terem sido abatidos, nomeadamente bombardeando alvos do Hezbollah, por vezes, em território libanês.

O Hezbollah reivindicou hoje a responsabilidade por vários ataques, incluindo um em que utilizou uma "esquadrilha de 'drones'" contra uma posição israelita nos Montes Golã ocupados por Israel.

Este tipo de ataques provocou grandes incêndios na semana passada no norte de Israel e nos Montes Golã.

Na quinta-feira passada, o Hezbollah anunciou também, pela primeira vez, que tinha utilizado mísseis de defesa aérea contra caças israelitas.

Mais de oito meses de violência causaram a morte de, pelo menos, 459 pessoas no Líbano, incluindo cerca de 90 civis e quase 300 combatentes do Hezbollah, de acordo com uma contagem da agência France-Presse.

Do lado israelita, pelo menos 15 soldados e 11 civis foram mortos, de acordo com as autoridades.

Leia Também: Israel bombardeia "esquadrão terrorista" no sul do Líbano

Recomendados para si

;
Campo obrigatório