Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 22º

Pelo menos mais 40 palestinianos mortos no último dia em Gaza

Pelo menos 40 palestinianos foram mortos em mais um dia de bombardeamentos e ataques israelitas na Faixa de Gaza, enquanto outros 218 ficaram feridos, informou hoje o Ministério da Saúde do governo do Hamas.

Pelo menos mais 40 palestinianos mortos no último dia em Gaza
Notícias ao Minuto

13:37 - 10/06/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

Pelo menos, 12 civis foram mortos nos ataques no norte, centro e sul de Gaza, nas últimas horas, depois de uma casa no norte da cidade de Gaza ter sido bombardeada, matando duas pessoas, e de ataques aéreos na cidade de Rafah, segundo fontes palestinianas, terem feito mais cinco mortos e cerca de 30 feridos.

"As tropas retiraram-se da zona oriental de Deir el Balah, no centro, e alguns residentes decidiram regressar às suas casas e verificar o nível de destruição (...)", disseram à agência EFE fontes palestinianas, "quando alguns foram alvo de bombardeamentos que causaram mortos e feridos".

Com este novo ataque, o número total de mortos subiu hoje para 37.124, na sua maioria mulheres e crianças, e 84.712 palestinianos ficaram feridos, após mais de oito meses de uma devastadora ofensiva israelita, que continua a estender-se a Rafah, a fim de obter o controlo total da fronteira com o Egito.

De acordo com fontes das equipas de defesa civil, independentes do Hamas, pelo menos cinco novos cadáveres foram transferidos desta zona para um hospital próximo.

"Os aviões de combate também atacaram as tendas de campanha dos deslocados em al Mawasi, Khan Younis, provocando vários feridos civis", informou hoje a agência noticiosa palestiniana Wafa.

O exército israelita afirmou hoje, em comunicado, ter invadido edifícios e demolido entradas de túneis em Deir el Balah, onde matou "vários operacionais do Hamas", incluindo membros da sua força de elite Nukhba, bem como dois outros homens armados em Rafah.

Após 248 dias de guerra, o secretário de Estado norte-americano Antony Blinken deverá chegar esta noite a Israel para promover negociações de tréguas, que se encontram num impasse, nas quais o Hamas pede a Israel e aos Estados Unidos que se comprometam a que uma trégua em Gaza signifique o fim definitivo da guerra.

Leia Também: Ataques israelitas em Gaza matam cinco civis e vários membros do Hamas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório