Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 30º

Mata filha diabética de 4 anos ao alimentá-la à base de refrigerantes

Tamara Banks misturava a bebida com o leite de fórmula no biberão da menina. Médicos legistas revelaram em tribunal que a criança tinha quase todos os dentes podres, devido ao açúcar.

Mata filha diabética de 4 anos ao alimentá-la à base de refrigerantes
Notícias ao Minuto

10:21 - 28/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

Uma mulher norte-americana, de 41 anos, foi condenada a quase uma década de prisão, no Ohio, por ter provocado a morte da filha diabética, de quatro anos, ao alimentá-la à base de refrigerantes.

De acordo com os jornais norte-americanos, Tamara Banks começou a dar refrigerantes à filha, Karmity Hoeb, quando esta ainda era uma bebé. No biberão misturava o leite de fórmula com Mountain Dew, uma bebida gaseificada, cítrica, da PepsiCo.

Quando morreu, em janeiro de 2022, tinha quase todos os dentes podres. Nunca tinha ido ao dentista e, apesar de sofrer de diabetes, os pais não a levavam às consultas.

Karmity foi encontrada inconsciente pelo pai, Christopher Hoeb, de 53 anos, que ligou para o número de emergência médica quando se apercebeu que a filha não estava bem. A menina ainda foi transportada para o hospital, mas já em morte cerebral. As máquinas que a ligavam à vida acabaram por ser desligadas pouco depois.

Durante a autópsia, os médicos legistas descobriram que ela tinha morrido devido ao excesso de açúcar que tinha consumido.

Os pais foram detidos e acusados do crime de homicídio por negligência. Ambos acabaram por se declarar culpados.

Na passada sexta-feira, Tamara foi condenada a nove anos de prisão. Já Christopher conhecerá a sentença no dia 11 de junho.

Leia Também: Criança exposta a violência durante anos "devia ter sido ouvida"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório