Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Ciclone causa 10 mortos e destrói mais de 30.000 casas no Bangladesh

Um ciclone que afetou o Bangladesh causou 10 mortos, destruiu mais de 30.000 casas e danificou milhares de outras construções, anunciaram hoje as autoridades do país do sul da Ásia.

Notícias ao Minuto

09:51 - 27/05/24 por Lusa

Mundo Bangladesh

A maior parte das vítimas "morreu esmagada quando as casas ou as paredes desabaram", disse o administrador governamental do distrito de Barisal, Showkat Ali, onde morreram sete pessoas.

Três outras pessoas morreram em distritos vizinhos, segundo a agência francesa AFP.

A tempestade, com o nome Remal, enfraqueceu consideravelmente depois de ter atingido o distrito de Patuakhali, no Bangladesh, ao início da manhã, com ventos sustentados de 111 quilómetros por hora (km/h).

O Departamento Meteorológico de Daca informou que a velocidade sustentada dos ventos passou para 90 km/h depois de o ciclone ter atingido terra, com rajadas de 120 km/h, noticiou a agência norte-americana AP.

Dezenas de aldeias ficaram inundadas depois de os diques de proteção contra inundações terem sido arrastados ou danificados pelo ciclone, disseram as estações de televisão locais.

Cerca de 800.000 pessoas tinham sido retiradas das zonas vulneráveis do Bangladesh no domingo.

Na vizinha Índia, mais de 150.000 pessoas fugiram para longe do mar, deixando a região florestal de Sundarbans, onde os rios Ganges, Brahmaputra e Meghna desaguam na Baía de Bengala.

Na tarde de hoje (hora local, mais cinco horas do que em Lisboa), o ciclone tinha diminuído de categoria e passado a tempestade ciclónica, mas os ventos e a chuva continuavam a fustigar a costa do Bangladesh.

"O ciclone continua a provocar fortes chuvas e a velocidade do vento mantém-se elevada", disse o técnico Muhammad Abul Kalam Mallik, do Departamento Meteorológico do Bangladesh, à AFP.

Nas últimas décadas, os ciclones mataram centenas de milhares de pessoas no Bangladesh, onde a maioria das zonas costeiras é baixa, situando-se a um ou dois metros acima do nível do mar, e densamente povoada.

O número de ciclones que atingem o país asiático aumentou acentuadamente de um para três por ano, devido às alterações climáticas, segundo os cientistas.

Apesar desse aumento, uma melhor previsão e um planeamento mais eficaz da evacuação dos locais mais vulneráveis reduziram significativamente o número de mortos.

O chamado Grande Ciclone Bhola, em novembro de 1970, terá matado meio milhão de pessoasadas.

Em maio de 2023, o ciclone Mocha, com um balanço de mais de 500 mortos e desaparecidos, provocou a tempestade mais poderosa a atingir o Bangladesh desde o Sidr, em novembro de 2007, que matou mais de 3.000 pessoas.

Leia Também: Bangladesh. 800 mil pessoas fogem da costa com aproximação de ciclone

Recomendados para si

;
Campo obrigatório