Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 27º

Hamas anuncia captura de soldados israelitas em Jabalia. Israel nega

O porta-voz do braço armado do Hamas, as Brigadas al-Qasam, anunciou hoje que os seus milicianos capturaram vários soldados israelitas no norte da Faixa de Gaza, alguns deles mortos, mas o exército de Israel já veio negar qualquer sequestro.

Hamas anuncia captura de soldados israelitas em Jabalia. Israel nega
Notícias ao Minuto

10:37 - 26/05/24 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

Num vídeo divulgado nos canais do grupo armado no Telegram, Abu Obeida explica que os soldados israelitas estavam a realizar uma operação em que procuravam reféns num túnel em Jabalia, mas que, afinal, "quem acabou cativo foram eles".

As imagens difundidas mostram um soldado alegadamente ferido a ser arrastado pelo túnel, bem como armas e equipamento militar alegadamente apreendidos às tropas israelitas.

Contudo, o exército israelita já veio garantir que "não houve qualquer tipo de incidente de sequestro", numa mensagem concisa na sua conta na rede social X, publicada após a divulgação do vídeo de Obeida.

Obeida afirma que "as forças de ocupação" continuam a sua ofensiva em Rafah e Jabalia, "procurando sob os escombros os restos mortais dos reféns que mataram deliberadamente antes".

O exército israelita capturou na sexta-feira os corpos de três reféns do Hamas, a israelita Hanan Yablonka, o brasileiro-israelita Michel Nisenbaum e o mexicano-francês Orion Hernandez, em Jabalia.

"De acordo com as informações que temos, os reféns foram mortos durante o massacre de 07 de outubro e raptados no cruzamento de Mefalsim para Gaza por terroristas do Hamas", declarou o exército num comunicado emitido nesse dia.

Nas últimas semanas, as tropas israelitas encontraram os corpos de mais quatro reféns, também em Jabalia, onde acreditam que há mais cativos, provavelmente mortos.

Dos 253 raptados em 07 de outubro, 121 permanecem no enclave - cerca de 40 dos quais mortos, segundo Israel, mais de 70 segundo o Hamas - enquanto quatro outros reféns estão detidos há anos, incluindo dois mortos.

Desde o início da guerra, Israel e o Hamas só chegaram a um acordo de tréguas de uma semana no final de novembro, que resultou na libertação de 105 reféns em troca de 240 prisioneiros palestinianos.

Além disso, quatro reféns foram libertados pelo Hamas em outubro, três foram resgatados pelo exército - dois deles em fevereiro, numa operação bem-sucedida em Rafah, e foram recuperados os corpos de 20 reféns, três dos quais foram mortos por engano pelas tropas israelitas em dezembro.

Leia Também: Israel, EUA e Qatar concordam retomar negociações para trégua com Hamas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório