Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 29º

Temperaturas recorde registadas no México e no Texas. Veja as imagens

A Cidade do México fixou um novo recorde de temperatura, pelo segundo dia consecutivo, com novos máximos também registados no vizinho estado do Texas, no centro-sul dos EUA.

Notícias ao Minuto

06:40 - 26/05/24 por Lusa

Mundo Calor

O Serviço Meteorológico Nacional mexicano anunciou nas redes sociais que a capital do país registou 37,4 graus Celsius no sábado, o quarto recorde máximo fixado nas últimas cinco semanas.

O serviço tinha previsto na quinta-feira que a terceira onda de calor a atingir o México este ano poderia causar temperaturas superiores a 40 graus em 25 dos 32 estados do país, incluindo 16 com temperaturas acima de 45 graus.

Investigadores da Universidade Nacional Autónoma do México alertaram na quarta-feira que o país deveria registar as temperaturas mais altas de sempre nas duas semanas seguintes.

A terceira onda de calor chega poucos dias depois da segunda, que ocorreu entre 03 e 13 de maio e fixou recordes de temperatura em dez cidades, incluindo a capital do México, causando a morte de pelo menos 14 mortos.

Em 16 de abril, o Governo previu que o país iria ser afetado por pelo menos cinco ondas de calor extremo entre março e julho.

Também no sábado, as localidades de Brownsville e Harlingen, perto da fronteira entre o Texas e o México, estabeleceram novos recordes históricos para o dia 25 de maio, 37 graus e 38 graus, respetivamente.

Nas redes sociais, a agência meteorológica dos Estados Unidos alertou a população para a possibilidade de a temperatura atingir 49 graus em várias partes do estado e comparou a situação com "uma pilha de arbustos encharcados de gasolina", que pode causar tempestades de granizos, ventos fortes e tornados.

Numa altura em que as mudanças climáticas estão a aumentar a gravidade das tempestades em todo o mundo, os Estados Unidos já registaram este ano 859 tornados, mais 25% do que a média anual.

O Texas está no extremo norte de uma cúpula de calor que se estende atualmente do México à América do Sul, disse Zack Taylor, meteorologista da agência norte-americana.

Alertas máximos de incêndio também estavam em vigor no oeste do Texas, em todo o estado do Novo México e em partes dos estados de Oklahoma, Arizona e Colorado, devido à humidade muito baixa, abaixo de 10%, e ao vento forte, com rajadas de até 97 quilómetros por hora.

"Temos ar muito seco, temperaturas quentes e ventos fortes criando um grande perigo de incêndio em uma ampla área (...) que pode levar a incêndios de propagação rápida ou incontroláveis", disse Taylor.

Veja as imagens na galeria acima.

Leia Também: "Pestanas falsas". Taylor Greene insulta no Congresso, AOC não perdoa

Recomendados para si

;
Campo obrigatório