Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

Von der Leyen quer conquistar forças importantes para maioria de centro

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que quer conquistar as forças políticas importantes para a maioria de centro, pedindo que o foco não se coloque nos grupos parlamentares.

Von der Leyen quer conquistar forças importantes para maioria de centro
Notícias ao Minuto

13:30 - 25/05/24 por Lusa

Mundo Von der Leyen

A intenção é "conquistar as forças políticas que são tão importantes para a maioria de centro", afirmou Von der Leyen, em entrevista à rádio Deutschlandfunk, pedindo que o foco não seja colocado nos partidos, mas nos eurodeputados.

No entanto, ressalvou que o critério é trabalhar com eurodeputados "a favor da Europa, da Ucrânia, contra a Rússia e a favor de um Estado de direito".

No mês passado, a presidente da Comissão Europeia já tinha admitido não descartar uma cooperação com o Grupo dos Conservadores e Reformistas Europeus, onde se inclui o partido da primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni.

Esta quinta-feira, a cabeça de lista de centro-direita a presidente da Comissão Europeia rejeitou acordos com "amigos de Putin", sem nunca mencionar a extrema-direita ou os conservadores, e disse "trabalhar bem" com a primeira-ministra italiana, a conservadora Giorgia Meloni.

Intervindo num debate promovido pelo Parlamento Europeu em Bruxelas, a candidata principal do Partido Popular Europeu ao executivo comunitário e atual líder da instituição indicou que partidos como a União Nacional (Rassemblement National) e a Alternativa para a Alemanha (AfD) "podem ter diferentes princípios, mas têm uma coisa em comum".

O chanceler alemão, Olaf Scholz, já defendeu que a Comissão Europeia não deveria confiar na extrema-direita para o seu próximo mandato, afirmando estar "muito entristecido com a ambiguidade das declarações políticas ouvidas recentemente".

O chefe do Governo alemão disse que a presidência da Comissão Europeia deve ser estabelecida com os partidos tradicionais.

"Qualquer outra coisa seria um erro para o futuro da Europa", assinalou.

Von der Leyen é candidata a um novo mandato de cinco anos como presidente da Comissão Europeia, precisando, para isso, do apoio da maioria simples do Parlamento Europeu.

Leia Também: Europeias. Quase todos os partidos insatisfeitos com Pacto para Migrações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório