Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 24º

Tribunal de Haia apela para libertação de reféns em Gaza

O Tribunal Internacional de Justiça (TIJ) apelou hoje para a libertação imediata das pessoas feitas reféns pelo Hamas durante o ataque de 07 de outubro de 2023 contra Israel.

Tribunal de Haia apela para libertação de reféns em Gaza
Notícias ao Minuto

15:40 - 24/05/24 por Lusa

Mundo Médio Oriente

O TIJ "considera profundamente preocupante que muitos destes reféns permaneçam em cativeiro e reitera o apelo à sua libertação imediata e incondicional", afirmou o tribunal com sede em Haia, nos Países Baixos.

O apelo faz parte de uma decisão do TIJ sobre um processo iniciado pela África do Sul contra Israel.

O TIJ, o principal órgão judiciário das Nações Unidas, ordenou hoje a Israel que suspenda imediatamente as operações militares em Rafah, no sul da Faixa de Gaza.

Decidiu também que Israel deve manter a passagem de Rafah aberta para permitir a entrada de ajuda humanitária em Gaza sem restrições e garantir o acesso de qualquer comissão mandatada pela ONU "para investigar alegações de genocídio".

O Estado de Israel tem ainda de apresentar um relatório, no prazo de 90 dias, sobre as medidas decididas pelo TIJ.

Durante o ataque de 07 de outubro, os militantes do grupo extremista Hamas mataram cerca de 1.200 pessoas e fizeram duas centenas de reféns, segundo as autoridades israelitas.

Cerca de metade desses reféns foram entretanto libertados, a maioria no quadro do processo de troca de prisioneiros palestinianos detidos por Israel durante um cessar-fogo de uma semana em novembro do ano passado.

Israel afirma que cerca de uma centena de reféns ainda estão presos em Gaza, além de se encontrarem no enclave palestiniano os corpos de cerca de 30 sequestrados.

O exército israelita anunciou hoje que recuperou os corpos de três reféns que foram mortos em 07 de outubro e que foram levados para Gaza pelos atacantes.

O anúncio foi feito menos de uma semana depois de o exército ter encontrado os corpos de três outros reféns israelitas mortos durante a ação do Hamas, realizada a partir da Faixa de Gaza.

O ataque sem precedentes do Hamas desencadeou uma ofensiva israelita na Faixa de Gaza, que as autoridades do enclave dizem ter causado mais de 35.800 mortos.

O Hamas, considerado por Israel como uma organização terrorista, controla da Faixa de Gaza desde 2007.

Leia Também: Envio de força de paz internacional para Gaza prematuro, afirma ONU

Recomendados para si

;
Campo obrigatório