Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 25º

Wall Street em baixa apesar dos bons indicadores da economia americana

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em baixa, invertendo a tendência do dia a meio da sessão, depois da divulgação de indicadores que assinalam uma economia em franca recuperação, o que fez subir os rendimentos obrigacionistas.

Wall Street em baixa apesar dos bons indicadores da economia americana
Notícias ao Minuto

23:10 - 23/05/24 por Lusa

Mundo Wall Street

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average recuou 1,53%, o tecnológico Nasdaq cedeu 0,39% e o alargado S&P500 perdeu 0,74%.

E, porém, a praça bolsista tinha começado bem o dia, com os investidores bem dispostos depois da divulgação dos resultados da Nvidia, divulgados depois do fecho das transações na véspera, que suportaram hoje uma valorização de 9,32%.

O grupo de semicondutores, baseado em Santa Clara, no Estado da Califórnia, confirmou aos investidores que a febre da inteligência artificial (IA), dita generativa, grande consumidora dos seus produtos, estava intacta.

Para mais, a Nvidia não a vê enfraquecer e comunicou previsões muito superiores às dos analistas.

"Isto é tanto mais de realçar, quanto não bastou" para manter a praça bolsista em terreno positivo, constatou Steve Sosnick, da Interactive Brokers, "porque os índices PMI ganharam ascendência".

O índice compósito [que junta todos os setores], estabelecido pela S&P Global para medir a atividade económica nos EUA, saiu em maio no seu nível mais alto dos últimos 25 meses.

Se o setor dos serviços brilhou, o da indústria também apresentou uma subida relevante.

"Estes números contaram uma história que os investidores não queriam ouvir: a de uma economia sólida, suscetível de conduzir a uma subida dos preços", avançou Steve Sosnick.

Este quadro da economia dos EUA reforça a hipótese de continuação de uma política monetária agressiva, adiando mais a descida da taxa de juro de referência da Reserva Federal.

"O mercado obrigacionista foi o primeiro a reagir, seguido pelo acionista", descreveu Steve Sosnick. "Foi um dia que faz pensar, porque ninguém, acredito, estava à espera de uma baixa tão forte depois dos resultados da Nvidia".

O rendimento proporcionado pelos títulos federais a 10 anos roçou os 4,50, para se fixar em 4,47%, depois dos 4,42% da véspera, no fecho.

Para Steve Sosnick, a queda do Dow Jones é a mais representativa do mercado, uma vez que o Nasdaq limitou as perdas agregadas graças à Nvidia, que mascarou a tendência.

Na quarta-feira, depois do fim da sessão bolsista em Wal Street, a Nvidia apresentou as suas contas trimestrais, que mostraram que o lucro mais do que septuplicou o de há um ano, ao passar de 2,04 mil milhões de dólares para 14,88 mil milhões, enquanto a faturação mais do que triplicou, ao passar de 7,19 mil milhões para 26,04 mil milhões.

Leia Também: Wall Street segue em terreno misto com setor tecnológico em alta

Recomendados para si

;
Campo obrigatório