Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

"Sexista". Mulher faz 'upgrade' em avião após acabar relação nas férias

Uma mulher recorreu à plataforma Reddit para contar como foi alvo de algo que utilizadores consideraram "sexista". Perceba a história desta mulher, que terminou uma relação enquanto tomava conta do filho do companheiro.

"Sexista". Mulher faz 'upgrade' em avião após acabar relação nas férias
Notícias ao Minuto

19:51 - 23/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Reddit

Uma mulher recorreu ao Reddit para contar um episódio que se passou consigo durante um voo, e muitos utilizadores 'voaram' em sua defesa.

Em causa está uma secção da plataforma Reddit que se chama 'Sou um/a Idiota?' e destina-se a histórias onde as pessoas questionam outros utilizadores sobre se agiram bem ou não numa determinada situação.

Desta vez tratou-se de uma viagem que determinou o fim do relacionamento desta utilizadora com um homem, que foi identificado como Matt. Segundo o que explica, o casal fez uma viagem e teve de levar o filho de Matt, fruto de uma relação anterior.

No entanto, foi esta viagem que determinou o fim da relação. "Os voos eram de cerca de oito horas e eu marquei os bilhetes para os três. Durante o voo e as férias passei quase todo o tempo a cuidar de Alex [a criança], enquanto o Matt só aproveitou o tempo para si. Algumas coisas chamaram-me à atenção - nomeadamente, que ele ainda estava com a ex-namorada -, o que acabou por fazer com que terminássemos a relação no fim da viagem", explica a mulher, apontando que o relacionamento durava há cerca de um ano.

Durante o voo de regresso, um assistente de bordo aproximou-se de Matt e perguntou-lhe se queria viajar na classe executiva - fazendo assim um 'upgrade' no conforto, já que eles viajavam em económica.

"O assistente de bordo assumiu que eu era mãe do Alex, mas eu expliquei-lhe que não e acabei por fazer eu o 'upgrade' e relaxar da viagem", contou, referindo que explicou ao funcionário que tinha sido ela a marcar os voos.

Alguns passageiros deduziram o mesmo que o assistente de bordo e acharam que era ela a mãe da criança, conta a utilizadora, não detalhando que tipo de situação denunciou o pensamento dos mesmos - e os julgamentos que aconteceram.

No Reddit, muitos utilizadores defenderam a mulher, apontando mesmo que a escolha de se dirigir ao homem por parte do assistente de bordo foi discriminatória. "Não percebo por que razão tantas pessoas pensaram que era o Matt que merecia um 'upgrade' quando ele não pagou pelos bilhetes. E mesmo que o Alex fosse filho de ambos, por que razão acharam os passageiros que não seria bom deixar a criança só com o pai? Estou feliz que tenha conseguido o 'upgrade'", escreveu um utilizador.

Uma outra pessoa referiu: "Quero acrescentar que tanto o assistente de bordo como qualquer pessoa que estava confortável com o 'upgrade' do pai, mas não da 'mãe', foi extremamente sexista. Se acharam que o Alex era filho dos dois porque ofereceram esta oportunidade ao pai? A não ser que tenham pensado que ele não era o pai".

Desde que a história foi partilhada no Reddit já teve mais de dez mil utilizadores a concordarem com a intervenção da mulher, que a levou a uma zona de maior conforto durante a viagem.

Leia Também: "Não vou voar algum tempo". Após turbulência, o que dizem passageiros?

Recomendados para si

;
Campo obrigatório