Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 30º

Milhares de pessoas no funeral de presidente iraniano na sua cidade natal

Dezenas de milhares de pessoas homenagearam hoje o ex-presidente iraniano, Ebrahim Raisi, na cidade onde nasceu, Macchad, no noroeste do Irão, antes de ser enterrado cinco dias após o acidente de helicóptero que o vitimou.

Milhares de pessoas no funeral de presidente iraniano na sua cidade natal
Notícias ao Minuto

14:15 - 23/05/24 por Lusa

Mundo Irão

A cerimónia encerra três dias de funerais que atraíram grandes multidões, segundo a tradição dos grandes acontecimentos no Irão desde a revolução islâmica de 1979.

Raisi, que era Presidente do Irão desde 2021, morreu aos 63 anos na queda do helicóptero que o transportava para Tabriz (noroeste), no domingo.

O acidente ocorreu depois de ter assistido à inauguração de uma barragem com o homólogo do Azerbaijão, Ilham Aliev, na fronteira comum.

Sete outras pessoas morreram no acidente, incluindo o chefe da diplomacia iraniana, Hossein Amir-Abdollahian.

Homens, mulheres e crianças de todas as idades marcharam em Macchad ao longo da avenida que conduz ao mausoléu do Imã Reza, o principal santuário xiita do país, de acordo com a agência francesa AFP.

A maioria segurava fotografias de Raisi e transportava flores brancas, tradicionalmente utilizadas nos funerais no Irão.

A multidão acompanhou o caixão, que foi colocado num camião com a inscrição "Vim, ó Rei, dai-me abrigo", referindo-se ao Imã Reza, o oitavo imã xiita.

Uma vez terminados os cinco dias de luto, as autoridades, nomeadamente o Presidente interino, Mohammad Mokhber, 68 anos, concentrar-se-ão na organização das eleições presidenciais previstas para 28 de junho.

As incertezas políticas são grandes, uma vez que ainda não surgiu um candidato único para representar o campo conservador atualmente no poder, segundo a AFP.

As candidaturas para as eleições presidenciais serão oficialmente apresentadas em 30 de maio, e a campanha eleitoral terá início em 12 de junho.

Leia Também: Irão. Raisi "deveria ter sido investigado por crimes contra a humanidade"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório