Meteorologia

  • 15 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 22º

EUA neutralizam quatro 'drones' lançados por rebeldes do Iémen

O exército norte-americano abateu na quarta-feira quatro 'drones' lançados por rebeldes huthis a partir do Iémen que "representavam uma ameaça iminente" para a navegação na região, anunciou hoje o Comando Central dos Estados Unidos (CentCom).

EUA neutralizam quatro 'drones' lançados por rebeldes do Iémen
Notícias ao Minuto

10:46 - 23/05/24 por Lusa

Mundo Iémen

Os disparos ocorreram pelas 15:15 de quarta-feira (hora local) e tiveram origem em zonas controladas pelos rebeldes no país da Península da Arábia.

Os huthis têm atacado território israelita e navios que dizem estar ligados a Israel, na sequência da ofensiva contra a Faixa de Gaza desencadeada pelos ataques do Hamas em solo israelita de 07 de outubro de 2023.

Os ataques afetam a navegação no Mar Vermelho, no Golfo de Aden e no Oceano Índico.

Os rebeldes prometeram manter os ataques até ao fim da ofensiva israelita em Gaza.

O CenteCom justificou a intervenção norte-americana com o objetivo de "proteger a liberdade de navegação e tornar as águas internacionais mais seguras", segundo o comunicado citado pela agência espanhola Europa Press.

Os rebeldes também atacaram navios norte-americanos e britânicos e outros meios estratégicos em resposta aos bombardeamentos dos dois países no Iémen.

Washington e Londres afirmam que a intervenção contra os rebeldes no Iémen visa garantir a segurança dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Israel e o Hamas estão em guerra desde outubro, quando o grupo extremista palestiniano realizou um ataque sem precedentes em solo israelita que causou cerca de 1.200 mortos, segundo as autoridades de Telavive.

Em resposta, Israel lançou uma ofensiva militar na Faixa de Gaza que já causou mais de 35.700 mortos, segundo o governo do Hamas, que controla Gaza desde 2007.

Os huthis controlam a capital do Iémen, Saná, e outras áreas no norte e oeste do país desde 2015.

As ações dos rebeldes iemenitas obrigaram muitos armadores a suspender a passagem pelas rotas marítimas do Mar Vermelho.

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), o transporte marítimo de contentores através do Mar Vermelho diminuiu quase 30% num ano.

Antes da guerra, entre 12% e 15% do tráfego mundial passava pela rota do Mar Vermelho, de acordo com a União Europeia.

Em guerra há mais de uma década, o Iémen é considerado o país mais pobre da Península Arábica.

Leia Também: Cargueiro atingido por míssil na costa do Iémen

Recomendados para si

;
Campo obrigatório