Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 25º

EUA confirmam 2.º caso de gripe das aves em humanos

O primeiro caso de gripe das aves em humanos nos Estados Unidos foi detetado há cerca de dois meses, e, à semelhança deste 1.º, também este novo caso está relacionado com ambientes de trabalho agrícolas.

EUA confirmam 2.º caso de gripe das aves em humanos
Notícias ao Minuto

23:39 - 22/05/24 por Teresa Banha

Mundo Gripe das aves

As autoridades norte-americanas anunciaram, esta quarta-feira, que foi detetado um 2.º caso de gripe das aves em humanos, nos Estados Unidos, relacionado com gado bovino e o leite.

De acordo com a imprensa, o caso foi identificado no estado de Michigan, e trata-se de um homem que é trabalhador agrícola e que estava regularmente exposto a animais com a doença.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças explicou que o homem estava a ser monitorizado devido à exposição ao animais, que estavam infetados.

A primeira amostra deu negativo para gripe das aves, mas uma segunda enviada para este centro acabou por dar positivo, confirmando assim que o homem tinha sido infetado.

Este é o segundo caso de gripe das aves em humanos no país, cerca de dois meses depois de o primeiro caso ter sido detetado no estado do Texas.

Mais informações sobre o homem não serão conhecidas, de acordo com as publicações norte-americanas e o homem já terá recuperado.

Após a deteção do primeiro caso, no Texas, a Organização Mundial da Saúde recomendou o consumo de leite pasteurizado. Em causa estavam as fortes concentrações do vírus H5N1 (que causa a gripe aviária) no leite de vacas nos Estados Unidos.

OMS recomenda leite pasteurizado devido a vírus no leite de vacas nos EUA

OMS recomenda leite pasteurizado devido a vírus no leite de vacas nos EUA

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou hoje o consumo de leite pasteurizado após a descoberta de fortes concentrações do vírus H5N1 (que causa a gripe aviária) no leite de vacas nos Estados Unidos.

Lusa | 17:54 - 19/04/2024

O centro de doenças reitera, no entanto, que o risco para o público em geral se mantém baixo, dado que também o primeiro caso foi detetado num funcionário agrícola, que também trabalhava com gado que testou positivo para a infeção.

"Este vírus está a ser monitorizado de perto e, até ao momento, não vimos sinais de transmissão sustentada entre humanos. É exatamente assim que a saúde pública deve funcionar, na deteção precoce e na monitorização de doenças novas e emergentes", explicam os responsáveis de saúde em comunicado, acrescentando que está a trabalhar para perceber de que forma estes trabalhadores podem estar mais protegidos.

Leia Também: Gripe das aves identificada em bovinos e humanos nos Estados Unidos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório